segunda-feira, 12 de agosto de 2013

ALEGRIAS E TRISTEZAS - Por Rodrigo Curty

E lá se foi mais uma rodada do Brasileirão Série A, e com ela as mesmas certezas, alegrias, tristezas e surpresas. Vamos a elas.
No sábado, o Botafogo manteve a liderança provisória da competição, após empatar em 1x1 contra o Goiás. Resultado ruim, mas que não pesou tanto, uma vez que quem vinha atrás também vacilou. Vacilo este também do Atlético MG. O campeão da Libertadores não saiu do zero contra o lanterna Naútico. Péssimo resultado para ambos, que apesar de jogos a menos precisam se recuperar logo.
No dia dos pais, o Mineirão viu um empate sem gols entre o líder Cruzeiro que não perdia pontos há 13 jogos no estádio e o Santos. O Peixe conseguiu a proeza de "roubar" um ponto e seguir rumo a melhores dias. Já a felicidade foi maior para Corinthians, Flamengo, Vasco, Grêmio, Ponte Preta e Portuguesa. 
O primeiro chegou pela primeira vez ao G4. A vitória de 2x0 sobre o Vitória coloca o Timão de vez na briga pelas primeiras posições. É bom não vacilar. O segundo fez uma bela partida contra o Fluminense, que vai ladeira abaixo. O Mengão dominou a partida inteira e como nos velhos tempos, o que não faltou foi bola na rede. 3x2 com mais uma bela partida de Elias, e dois gols de Hernane, que adora marcar em clássico. Agora é aguardar pra ver se finalmente o time de Mano decola ao invés de oscilar.
Quem está muito bem montado e surpreende a cada rodada é o Vasco. Apesar de vacilar em casa, fora o time de Dorival Jr joga da mesma maneira. Velocidade e jogadas ensaiadas. Foi assim que passou pelo bom time do Coritiba, em pleo Alto da Glória. 1x0, gol do conhecido dos Coxa Branca, Pedro Ken.
E o Bahia? Pois é, em casa o time levou um vareio do tricolor gaúcho. 3x0 é bem verdade que não foi um reflexo do jogo, mas vale é a bola na rede. Renato Gaúcho respira e espera que agora decole de vez com o Grêmio.
Já a Ponte Preta afundou ainda mais o Criciúma. Vitória de 3x1 e subida na tabela. É muito desconfortável a posição, mas sem dúvida triunfar em casa é uma das receitas para se manter na Elite.
Quem não deve decolar, mas está muito feliz pelas duas últimas partidas é a Portuguesa. No meio da semana empate com sabor de vitória sobre o Flamengo, e ontem no clássico contra o São Paulo, vitória de 2x1. Destaque mais uma vez para Lauro. O goleiro pegou a penalidade de Rogério Ceni. A fase quando não é boa, sobra até para o ídolo tricolor. Paulo Autuori cobra recuperação urgente, mas o time não consegue vencer à má fase. Pela frente terá um jogo complicado.
Trata-se do Atlético PR, que apesar do empate em 2x2 contra o Internacional, fora de casa, esteve duas vezes à frente do placar e mostra evolução a cada rodada. O que acontece com o Soberano? Apesar de faltarem muitas partidas, o desempenho são-paulino é pior que a do Palmeiras quando caiu em 2002, e do Corinthians em 2007. Segundo semestre promete fortes emoções.
Até a próxima!