sexta-feira, 11 de outubro de 2013

VITÓRIA COM PROPRIEDADE - Por Rodrigo Curty

O fim da 27ª rodada foi excepcional para Goiás e Flamengo. O primeiro passou pela Portuguesa. O segundo pelo Internacional. A vitória ajudou ambas as equipes a se afastarem da zona de degola.
No Canindé, a Lusa que nas últimas partidas mostrou sua força foi surpreendida pelo Esmeraldino. A derrota de 2x1 foi ruim, uma vez que o time paulista mais uma vez se aproximou da degola.
Do lado goiano, a vitória trás um certo conforto, mas ainda é muito cedo para achar que o time está salvo de dias piores.
O mesmo serve para o time carioca. Apesar da vitória de 2x1 sobre o Internacional, o Flamengo sabe que é necessário uma sequência de vitórias, principalmente para poder focar no sonho do ano que é a Copa do Brasil.
O que é importante ressaltar é que apesar da limitação técnica, o rubro-negro ontem foi outro em campo. Essa gangorra de boas e más atuações é que preocupa a torcida. Ninguém está confiante que as atuações possam e repetir, mas o fato é que se a postura apresentada no Maracanã for mantida, dificilmente o Flamengo estará fora da Libertadores. O time a cada jogo está mais unido, menos nervoso, maduro e confiante. Jayme de Almeida parece ter encontrado a formação ideal. Paulinho se destaca a cada rodada pela sua velocidade e entrega. Amaral e Elias acertaram o setor de meio-campo. Falta um 10 é verdade, mas com Luiz Antônio o time fica mais protegido e ganha em velocidade. A zaga, apesar de lenta com Chicão e Frauches, ao lado de Léo Moura e João Paulo acaba se equilibrando, apesar do time insistir em levar gols nos finais das partidas.  Felipe quando atua para o time e não para ele é praticamente imbatível. 
A vitória serve de incentivo para voos maiores, mas a política da humildade em saber que a briga ainda é para se manter na elite deve seguir, mesmo porque o time que entrou na 14ª posição pulou para 7ªf, prova de que o torneio é bem nivelado, e que o sobe e desce deverá ocorrer até o seu final. Assim é bom preparar o coração e torcer pelas vitórias seguidas e tropeços de quem vem logo atrás.
Até a próxima!