quarta-feira, 20 de novembro de 2013

DESTINO LIBERTADORES - Por Rodrigo Curty

E nesta quarta-feira, dia 20 de novembro de 2013, feriado em quase todo o Estado Nacional, quatro clubes brasileiros entram em campo para um único objetivo. A busca por uma das vagas da libertadores de América de 2014.
No Morumbi, a partida entre São Paulo e Ponte Preta é válida pela primeira semifinal da Copa Sul-Americana. O estádio estará lotado e também em festa. Rogério Ceni mais uma vez entrará na história do clube. O camisa 01 fará sua partida de número 1116. Para você ter uma ideia esse foi o mesmo número de atuações de Pelé com a camisa do Santos, ou seja, nesse ano, desde que não se machuque, o goleiro tricolor será o maior atleta em atuações à frente de uma única equipe. 
Em relação a partida, teoricamente o tricolor leva a melhor nesta noite, e consequentemente a classificação à final contra Libertad (Par) ou Lanús(Arg), mas como só passa quem joga, e também pelo fato de ter perdido o direito de decidir no Moisés Lucarelli é bom o time da capital respeitar. A Macaca não chegou à toa nessa semifinal. O time já fez história, mas quer ainda mais, será? É aguardar para ver.
Agora a Copa do Brasil. Aqui é mais fácil arriscar um palpite. Um rubro-negro será o campeão. O Atlético PR joga a primeira no Durival Britto, sua casa na temporada e que faz a alegria de sua torcida. O retrospecto é excelente. O time comandado por Paulo Baier jogou no estádio em 20 oportunidades, sendo 14 vitórias, 5 empates e apenas 1 derrota. Foram 32 gols marcados, 14 sofridos e um aproveitamento de 78,3% dos pontos.
O Flamengo apesar disso não se assusta e sabe que a forma como vem atuando no torneio, também fora de casa deve ser respeitado. A tendência é que Jayme de Almeida seja mais cauteloso e coloque o time em busca de gols fora de casa, e quem sabe levar uma grande vantagem para semana que vem no Maracanã. 
A promessa é de duelos a parte. Chicão contra Luiz Alberto, Baier contra Elias, Ederson contra Hernane. O jogo tem tudo para ser bem disputado, repleto de faltas, e surpresas. O Flamengo busca seu terceiro título na competição, enquanto o Furacão disputa sua primeira final. Ambos cairam de produção no Brasileirão, por isso o foco é os jogos da vida serão nessa eletrizante final. Que vença o melhor.
Até a próxima!