quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

UM DOLOROSO VICE CAMPEONATO - Por Rodrigo Curty

O Lanús da Argentina é o campeão da Copa Sul-Americana 2013. O time argentino se aproveitou bem do fator casa para vencer a Ponte Preta por 2x0. O estádio La Fortaleza estava vibrante. A vitória foi merecida, na bola e bem dolorida para o time brasileiro.
O time brasileiro sentiu a pressão dos 113 anos sem conseguir ser campeão. Jorginho não soube trabalhar o emocional da equipe, que antes mesmo da partida demonstraram todo o nervosismo de estarem na final. A falta de experiência do time campineiro pesou demais. Seja pelos papéis higiênicos ou os picados jogados antes, durante e no final do jogo, seja pelo gramado repleto de brilho, enfim, faltou muita coisa para a Ponte Preta, mas principalmente entender que em decisão só se ganha quem joga sem medo, que vai para cima e chuta em busca do gol. Jogar por empate é a pior estratégia que um time pode ter. O emocional pesou.
É claro que não podemos menosprezar o vice-campeonato da Macaca. O time chegou com brio, mostrou seu valor e respeitou sua limitação. Esse talvez foi o grande problema na final. Respeito. Respeitou demais o adversário, entrou de forma tímida, nervoso, errou passes, se assustou com os barulhos vindos da arquibancada. 
Isso sem falar que o time argentino joga tranquilo, se entende em campo e principalmente teve duas peças jogando demais, Blanco e Benítez, isso sem falar em Ayala e Santiago Silva. Não tinha como dar outra coisa. Os erros individuais só não fizeram com que o placar fosse mais elástico porque o goleiro Roberto fez bem seu papel, apesar de para muitos ter falhado no segundo gol do time da casa.
Agora é levantar a cabeça, planejar novos voos e manter viva na cabeça de sua apaixonada torcida que o quase uma hora se tornará realidade. A tendência é de que algumas peças sejam dispensadas por fator custo, mas no ano que serão três competições. O Estadual, a Copa do Brasil e a busca de uma das vagas de acesso para a Série A. Planejar é preciso, pés no chão mais ainda.
A derrota da Ponte Preta foi comemorada pelos torcedores do Botafogo, que com o quatro lugar no Brasileirão garantiram a última vaga da Libertadores. Agora é ver se os cariocas passam na repescagem e entram na fase de grupos do torneio. Do lado argentino quem se deu bem foi o River Plate.
Até a próxima!