quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

A FORÇA DE CRUZEIRO E GRÊMIO - Por Rodrigo Curty

E a Copa Libertadores está apenas em seu início, mas já dá para ter uma ideia do que veremos nas fases seguintes. Dos participantes brasileiros, quem teoricamente pegou um grupo difícil foi o Grêmio, mas cá entre nós, por se tratar deste torneio é sabido que não tem essa de mais ou menos complicado, o que deve ser valorizado é o planejamento, plantel e atitude quando for exigido.
O fato é que Cruzeiro e Grêmio demonstraram isso na segunda rodada. O time mineiro simplesmente atropelou os chilenos do Universidad de Chile. A La U não viu a cor da bola e deve ter tido pesadelo com o atacante Ricardo Goulart, autor de três tentos, que de quebra entrou na história da Celeste na competição. Nas 14 participações do time mineiro na Libertadores, apenas outros quatro jogadores da Raposa marcaram três gols na mesma partida: Jairzinho, Palhinha, Oseás e Thiago Ribeiro. 
Olho no atual campeão brasileiro, que prova manter a excelente fase na Arena Mineirão. No Grupo 5,  o time assumiu a liderança, graças ao saldo de gols, uma vez que todos contam com três pontos. O próximo desafio dos mineiros será os uruguaios do Defensor no próximo dia 11. Boa sorte.

A noite também foi brilhante para o tricolor gaúcho. Em casa, na bela Arena Grêmio, os comandados de Enderson Moreira atropelaram o enjoado e tradicional Atlético Nacional de Medellín que não recuou e só não teve melhor sorte, graças a Marcelo Grohe. O goleiro fechou a meta. O placar de 3x0 foi construído em partida pegada como é característica do torneio.Destaque do time brasileiro para o jovem e promissor Luan. O garoto de 20 anos é um belo meia-atacante e não se intimidou, abriu o caminho da vitória, deu assistências, chamou o jogo e provou que para ele todos os torneios são iguais, ou seja, nada de medo. O time gremista é jovem e mesmo assim sobre a batuta de Zé Roberto e misturada com as outras peças experientes como Pará, Rodolfo e Barcos pode ir longe. Então não se surpreenda com o líder do grupo 6 que ainda tem Nacional-URU e o Newell's Old Boys, esse o próximo desafio do "Imortal". Dia 13/03.


A tristeza da noite ficou por conta do Atlético PR. O Furacão não jogou bem e aceitou a pressão e força do líder do grupo 1 com seis pontos, os argentinos do Veléz Sarsfield. Dominados na primeira etapa e controlados na segunda, restou ao time brasileiro lamentar a derrota de 2x0 e avaliar a reclamação de Adriano, que sonha retomar o caminho do império, mas com dúvidas e desconfiança de Miguel Ángel haja paciência. O próximo duelo será contra os peruanos do Universitário, no dia 14 de março, em Lima.Vamos aguardar.
E hoje mais três brasileiros em campo pela competição. O Flamengo busca a reabilitação contra os equatorianos do Emelec. O Maracanã estará lotado e confiante. Já o atual campeão, Atlético MG encara o líder do grupo 4, pelo saldo de gols, o Independiente de Santa Fé(Col). Por fim, o Botafogo, líder do grupo 2, visita o Unión Española em busca de mais três pontos.

Boa sorte aos brasileiros. 
Até a próxima!