quarta-feira, 25 de junho de 2014

DÉCIMO QUARTO DIA DE COPA - Por Rodrigo Curty

E o 14ª dia da Copa do Mundo da FIFA teve o brilho de Lionel Messi e Shaqiri, tristeza iraniana, equatoriana e hondurenha, honra bosniana, valentia e classificação africana e francesa.Vamos aos detalhes.
Nos primeiros duelos do dia, pelo grupo F, Argentina e Nigéria fizeram uma partidaça. O jogo começou com uma velocidade incrível e antes dos 5' as redes foram balançadas duas vezes, uma para cada lado. Messi e Musa. O jogo era lá e cá com os argentino mais tranquilos e os nigerianos atrás da garantia de classificação sem ter que depender da Bósnia-Herzegovina. Mas quem voltou a balançar as redes foi a Argentina. Aos 46' em uma cobrança de falta perfeita, Messi novamente enlouqueceu os torcedores na Arena Beira-Rio, em Porto Alegre. Com a derrota do Irã, na Arena Fonte Nova, os africanos apesar da derrota seguiriam adiante, mas para evitar o pior, assim como no início do jogo, Musa aos 2' da etapa final deixou tudo igual, mas sua equipe não suportou a pressão e levou o terceiro gol aos 4', desta vez do lateral esquerdo Rojo, após escanteio. O placar seguiu assim até o final e poderia ter sido maior se não fosse a boa atuação dos goleiros. Olho na Argentina que fez sua melhor partida na Copa e terá pela frente a determinada Seleção da Suíça, como conto a seguir. Já a Nigéria, que acredita poder mais terá como próximo compromisso a França.
Para registro na outra partida o Irã levou mais dois gols e fez um de honra. Placar final 3x1( BOS - Dzeko , Pjanic , Vrsajevic / Irã - Ghoochannejhad)

Agora o grupo E. A França já entrou classificada e com reservas no Maracanã para encarar o Equador que precisava da vitória e também torcer para que a Suíça não fizesse um bom saldo de gols contra a Honduras, na Arena Pantanal. Pois bem, no Rio de Janeiro o placar não saiu do zero, apesar de várias oportunidades, principalmente da França que parou do endiabrado Domínguez. Um pecado para os mais de 73 mil torcedores presentes, que no fim vaiaram ambas as equipes por não verem gols.Faz parte, infelizmente.
Já em Manaus, Shaqiri, meia do Bayern de Munique deu um show à parte e marcou os três gols da vitória por 3x0 sobre Honduras. Com um futebol mais técnico e bem defensivamente, os suíços pouco tiveram trabalho para garantir passagem às oitavas de final para pegar a favorita Argentina.Promessa de grande jogo e por que não com cara de prorrogação? Será?

Então anotem:
França x Nigéria - 30/06/2014 - 13:00 Mané Garrincha
Argentina x Suíça - 01/07/2014 - 13:00 Arena de São Paulo

Até a próxima!