quinta-feira, 26 de junho de 2014

DÉCIMO QUINTO DIA DE COPA - Por Rodrigo Curty

O 15º dia da Copa do Mundo da FIFA foi inédito. Os jogos dos grupos G e H trouxeram os últimos quatro classificados às oitavas de final. Mas antes uma notícia triste para os uruguaios e para o torneio. A comissão disciplinar da FIFA suspendeu o craque Luis Suárez por nove partidas e quatro meses de qualquer atividade ligada ao futebol. É o maior gancho da história da Copa do Mundo. A punição se deu, por causa da mordida em Chiellinino no confronto que garantiu a passagem de sua seleção às oitavas. Penso ter sido muito radical e que uma multa pesada no bolso e, no máximo quatro jogos ficaria de bom tamanho para o jogador. Além disso, uma orientação para tratamento psicológico do craque, que espero tenha aprendido a lição e busque outro tipo de hobby. 
Resta saber agora se os critérios para cotoveladas, entradas violentas sejam analisadas da mesma forma, independente do jogador em questão ser ou não reincidente. 
Agora, vamos falar de coisa boa. Os jogos que não param de encantar o país.
No grupo G, o duelo na Arena Pernambuco, em Recife entre Alemanha e Estados Unidos ficou longe de ser de comadres. A partida debaixo de chuva foi pegada, bem jogada e com lances bonitos, principalmente dos alemães que provaram mais uma vez que possuem um elenco fantástico. Para muitos a partida seria sem empolgação, uma vez que o empate garantiria ambas na próxima fase, mas para alegria dos alemães,  Thomas Müller marcou mais um gol em Copas do Mundo. Agora já são nove, em nove partidas. No Brasil foram três jogos, quatro gols. O artilheiro cresce na hora certa e espera repetir a dose contra a Argélia, como conto a seguir. Para os americanos resta levantar a cabeça pela derrota de 1x0 e focar no duelo contra a Bélgica, afinal Portugal venceu a Seleção de Gana por 2x1, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, e sem a quantidade necessária de gols, deu adeus. Cristiano Ronaldo marcou o seu, porém assim como outros que chegaram com o título de melhor jogador do Mundo, em Copas passadas, ficou aquém das expectativas.
Muito bem, os duelos do grupo H também valeram o ingresso.  Na Arena São Paulo, estádio do Corinthians, a Bélgica mediu forças contra a Coreia do Sul que ainda sonhava com o milagre de avançar. A partida teve lances polêmicos, faltas duras e para alegria dos presentes um gol antes do apagar das luzes do capitão Vertonghen para a Seleção sensação que jogou sem muito compromisso e com o time B. Duelo equilibrado contra os americanos.
Já na Arena da Baixada, em Curitiba, a Argélia fez história contra a Rússia. A Seleção que conta com jogadores de sangue francês e que optaram em defender o país mostraram uma garra e desempenho tático fantástico. Atrás no placar desde os 5' de jogo, com belo gol de Kokorin e suportando a pressão, tudo levava a crer que a cada minuto que passava parecia que tudo daria certo. A angústia da fanática torcida durou até os 14' no gol de cabeça de Slimani, após nova falha na Copa do goleiro Akinfeev. A partir daí o jogo ganhou em emoção e era lá e cá. No fim, melhor para a Argélia que merecidamente chega a inédita fase de oitavas de final. Independente do que venha acontecer, o país e os torcedores já dormirão felizes.
Então anote os confrontos entre os grupos G e H.
Seg 30/06/2014 - 17:00 Beira-Rio
Alemanha x Argélia
Ter 01/07/2014 - 17:00 Fonte Nova 
Bélgica x Estados Unidos 

Até a próxima!