domingo, 15 de junho de 2014

QUARTO DIA DE COPA - Por Rodrigo Curty

E foi dada a largada dos grupos E e F da Copa do Mundo da FIFA 2014. Na primeira partida do dia, na arena Mané Garrincha, em Brasília, a Seleção da Suíça precisava provar que não foi à toa uma das cabeças de chave. Os helvéticos que chegaram ao mundial com uma campanha irretocável nas Eliminatórias da Europa com sete vitórias e três empates levaram um susto no começo da partida contra o Equador, mas de tanto insistirem chegaram a virada de 2x1 no apagar das luzes, aos 47' e prometem surpreender mais no torneio. Deve avançar com a França.

E por falar nos Bleus, para quem imaginava uma Seleção enfraquecida sem o craque Ribèry, apesar da estreia ter sido contra a fraca Seleção de Honduras, na arena Beira-Rio, o que se viu foi uma equipe francesa com muita disposição, garra, e principalmente vontade de vencer. Se a responsabilidade dos gols aumentou para Karim Benzema, ficou provado que o artilheiro do Real Madrid não se intimidou. Autor de dois dos três gols da vitória de 3x0, sendo que um foi em jogada sua que acabou culminando em gol contra do goleiro hondurenho. O camisa 10 foi considerado o melhor da partida, mas assim como restante do grupo, ainda considera cedo falar em favoritismo, bem, isso poderemos saber no próximo duelo contra a Suíça, o jogo promete ser eletrizante.
Por fim, na abertura do grupo F, uma das principais favoritas ao título, a Argentina encarou a Seleção da Bósnia-Herzegovina, no Maracanã repleto de argentinos. É bem verdade que também tiveram bósnios com apoio dos brasileiros. Os hermanos estiveram longe de encantar, mas o que vale na Copa é somar os três pontos. E quando se trata de um time que conta com Messi, Di María, Aguero e Higuaín é bom respeitar, mesmo quando a sorte se mostrar presente como no lance do início da partida, no gol contra marcado por Kolasinac. As vaias das arquibancadas para Messi deixou claro isso. Quando resolveu dar um ar da graça, o craque do Barça fez um belo gol. No fim, o gol de honra dos bósnios marcado por Ibisevic não foi suficiente para incendiar a partida. De qualquer maneira, nesse grupo, ambas devem avançar as oitavas. É aguardar para ver.
Hoje a bola rola para os grupos G e H e, entre as partidas do dia, uma das grandes favoritas, na arena Fonte Nova, a Alemanha mede forças contra a modesta Seleção de Portugal, que por correr por fora, pode surpreender, ainda mais com a presença do melhor do mundo, Cristiano Ronaldo, que ultimamente transformou os alemães em fregueses, seria hoje mais uma vitória do camisa sete? Faça a sua aposta.
Até a próxima!