segunda-feira, 4 de agosto de 2014

CLASSIFICAÇÃO ENGANOSA - Por Rodrigo Curty

O Campeonato Brasileiro, Série A está apenas na 13ª rodada, mas apesar do equilíbrio nítido que existe entre a maioria das equipes, principalmente na parte intermediária para baixo, hoje é certo acreditarmos que dificilmente teremos um campeão que não esteja entre essas cinco equipes: Cruzeiro, Fluminense, Internacional, Corinthians e São Paulo. 
É claro que muitos entendem que o Grêmio de Felipão, o Atlético MG de Levir Culpi e até mesmo as surpreendentes equipes do Santos e Sport podem chegar na briga e na pior das hipóteses garantirem uma vaga na libertadores de 2015.
O torneio é longo e com possibilidades de mudanças até o dia 31 de agosto quando se fecha a janela de transferência. Clubes com mais estrutura financeira ou ajuda de empresários podem se reforçar para evitar o pior. Se o cenário hoje mostra , Coritiba,  Figueirense, Bahia e Flamengo entre os quatro rebaixados, é bom que se diga que com todo respeito equipes como Vitória, Criciúma, Chapecoense, Botafogo, Palmeiras, Goiás e Atlético PR devem oscilar pela zona também. 
O importante na verdade é não se iludir com o que temos no momento. Apesar das opiniões da maioria dos especialistas mudarem de acordo com cada rodada, prefiro analisar friamente que o que cada time faz é irrelevante se não houver uma regularidade. Dizer que o Flamengo não cairá, pois tem camisa e um elenco melhor do que pelo menos sete equipes, de nada valerá se o clube não acertar sua melhor formação, mostrar atitude e parar com o discurso que falta muito e que o time melhora aos poucos. Isso também serve para aquelas que não podem perder o foco quando joga em seus domínios, afinal isso é crucial para a permanência.
Na parte de cima, o Cruzeiro é há dois anos a melhor equipe nacional. Joga com propriedade, tem um elenco homogêneo, e mesmo com críticas de muitos, merece ser respeitado. Acredito que só perde o título se vacilar nos confrontos diretos. O campeonato deve ganhar em emoção apenas nas últimas sete rodadas, o que é uma pena, pois os estádios seguirão vazios, mas também pudera, o nível técnico, preços e estrutura estão longe de agradar. A Copa do Mundo nesse sentido acostumou mal os brasileiros.
Faça a sua aposta, vibre, sofra e aconselho não ficar ansioso desde já, afinal essa classificação a cada três rodadas muda bem e faz dela uma enganação ou seria equilíbrio?
Até a próxima!