domingo, 28 de setembro de 2014

FLAMENGO PÕE BRASIL NO TOPO - Por Rodrigo Curty

E a Liga mundial Intercontinental de Basquete tem um novo campeão, e inédito. Trata-se do Clube de Regatas do Flamengo. O time brasileiro representou e muito bem o país contra o excelente time do Maccabi, de Israel. As duas partidas da final foram disputadas no Rio de Janeiro e o regulamento mostrava que em caso de vitória de ambos, a . 
A primeira na sexta-feira, o time carioca até que foi bem em alguns momentos, chegou a abrir 10 pontos de vantagem, mas como já é sabido, neste esporte essa diferença não é nada e qualquer relaxamento é oportunidade para o adversário ressurgir. Foi o que aconteceu. Vitória do time de Israel por 69 a 66 e necessidade de vitória do Flamengo por diferença de três pontos para se consagrar o campeão.
A partida foi nesse domingo. A torcida fez a sua parte e praticamente lotou o ginásio da Barra da Tijuca. Empurrou o time que já havia no ano levantado os títulos do Carioca, NBB, a Liga das Américas e a Liga Sul-Americana, e por isso, era impossível até para o mais desacreditado torcedor não imaginar a possibilidade da conquista do torneio mais importante da modalidade,  a Copa Intercontinental de Clubes.
O jogo foi tenso, pegado, repleto de emoção para os dois lados. Provocações, erros de arbitragem, e muita cesta de enlouquecer a arquibancada.
No começo o time de Israel chegou a abrir 7x0, seu principal jogador, Jeremy Pargo jogou demais, marcou 28 pontos, sendo uma infinidade de três, mas cometeu o erro de provocar a fanática torcida que a cada toque dele na bola, ovacionava o craque. No lado rubro-negro, mas uma vez a serenidade, conhecimento técnico e tático de José Neto deram o equilibrio necessário contra o possível apagão.
Fim dos dois primeiros quartos e no placar, Flamengo 46 a 36. Tudo levava a crer que a segunda parte do jogo seria moleza, mas não foi bem assim. A diferença em poucos minutos caiu para apenas um ponto e foi para o último quarto com a diferença de três pontos, vantagem que levaria a decisão para uma prorrogação. Mas o torcedor não precisou sofrer mais. Com exibições de gala, principalmente de Laprovitolla que marcou 24 pontos e do americano Meyinsse com 22, e da valentia de Benite, Olivinha e do argentino Herrmann , mas a categoria de Marcelinho Machado, era questão de tempo para o cronometro zerar e o grito de é campeão sair. Final, Flamengo 90 a 77, e loucura e invasão na quadra.
Parabéns aos atletas rubro-negros que colocaram o Brasil mais uma vez no cenário mundial da categoria. Antes, apenas o Sírio Libanês com Oscar e cia, fizeram o feito, isso em 1979.

Elenco campeão que atuou: Laprovittola, Marcelinho Machado, Marquinhos, Herrmann, Meyinsse, Derrick Caracter, Vitor Benite, Olivinha, Felício, Daniel Lório e Gegê.

Parabéns Brasil! Parabéns Flamengo.
Até a próxima!