domingo, 12 de outubro de 2014

EQUILÍBRIO CONSTANTE - Por Rodrigo Curty


O campeonato brasileiro chegou ao fim de mais uma rodada e apresentou mudanças na tabela tanto na parte de cima como na de baixo. Os acontecimentos provam cada vez mais que apenas deveremos saber quem serão os representantes do país na Libertadores e os que cairão à série B na rodada final.
No sábado, o Palmeiras chegou a sua terceira vitória seguida. O feito não era imaginado nem pelo seu mais otimista torcedor. O time com Dorival JR tira leite de pedra, mas sabe que bastará um novo tropeço para o fantasma assombrar o ambiente.  A derrota por 2x1 coloca o Grêmio como um time que sente a pressão na hora H. Felipão credita os tropeços por causa da arbitragem, ora todos os 20 clubes foram e serão em algum momento prejudicados e ajudados.
E o Botafogo? Pois é, time sem elenco, desfalcado, mas com garra e tradição. O alvinegro carioca passou pelo alvinegro paulista por 1x0 e deixou a lanterna. O Corinthians para variar tropeça contra os considerados postulantes ao rebaixamento e insisti em sair do G4.
Quem respira é o Goiás. O Esmeraldino atropelou o novo lanterna Coritiba por 3x0. A sobrevivência de ambas as equipes se dará, desde que façam pelo menos a lição de casa.Coxa é um sério candidato a queda.
A exceção em Santa Catarina foi o Figueirense. O time de Argel Fucks perdeu de 3x0 para o Atlético PR. Apesar da vitória, o rubro-negro paranaense deve passar apuros até o final. O mesmo pode-se dizer do Chapecoense, apesar de que vem de duas ótimas vitórias seguidas. Desta vez, o triunfo foi sobre o desesperado Bahia, na Fonte Nova por 1x0. Olho neles.
Já o Tigre também atropelou. Vitória de 3x0 sobre o surpreendente Santos. Vai entender o futebol. A questão é que o nível é muito parecido.
Prova dessa teoria foi a excelente vitória do Flamengo sobre o Cruzeiro. Diga-se de passagem, mesmo com os erros da defesa mineira, o time carioca foi superior nos 90’ e mereceu o triunfo. O líder não perdia duas seguidas desde maio. A derrota fez a diferença para o segundo colocado, agora o Internacional cair para seis pontos.
O Colorado não morre mais de amor por Abel Braga. A goleada no meio da semana para o Chapecoense enfureceu a torcida contra o treinador. Desta vez, por pouco o Fluminense não atrapalha os planos da equipe gaúcha. Vitória justa, na base da garra por 2x1 e semana para trabalhar. No tricolor, Cristovão Borges está por um triz. O time em 11 rodadas venceu apenas duas. O ambiente é péssimo.
Por fim, o Atlético MG sofreu, mas conseguiu mesmo com mais desfalques que o São Paulo vencer por 1x0. O resultado coloca os mineiros no G4 e os paulista na terceira colocação. Definitivamente Muricy Ramalho não acerta nas substituições de sua equipe.
Essa semana as atenções se voltam para a Copa do Brasil e Sul-Americana. Vamos ver o que vai dar. Até a próxima!