segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

QUARTETO PAULISTA - Por Rodrigo Curty


E os amistosos preparatórios seguem pelo Brasil. A ideia das equipes é condicionar o elenco e para muitos encontar o time ideal para a estreia no campeonato regional e Libertadores da América.
Diferente do ano passado, por enquanto 2015 apresenta equipes bem remodeladas do Oiapoca ao Chuí. Hoje destaco o futebol paulista.
As quatro grandes equipes se mexeram para ter uma temporada vitoriosa. Corinthians e São Paulo não mudaram muito. Destaque mesmo no alvinegro foram os retornos de Tite ao comando e Cristian no meio. A maior expectativa, porém é pela permanência de Paolo Guerrero que deve se concretizar. No torneio da Flórida, apesar de não ter conquistado o título, a equipe mostrou determinação e uma postura diferente do que vinha sendo com Mano Menezes.
No tricolor, a mudança principal ocorreu na defesa. Nas laterais, Bruno e Carlinhos deixaram o Fluminense para voos maiores com Muricy Ramalho e na parte central, Breno é a grande esperança, assim que se recuperar de lesão. Ainda existe a esperança de que chegue um nome de peso para o meio e ataque.
O Santos vive um momento bem complicado. Afundado em dívidas, por causa das más administrações anteriores, a barca de saída de importantes jogadores foi enorme e deve continuar. Aranha, Edu Dracena, Leandro Damião, Mena e Arouca são coisas do passado. Para amenizar, o meia Elano acertou a sua terceira passagem no clube, agora é aguardar para ver se Robinho ficará mesmo.
Já o Palmeiras quer apagar de vez a má impressão no ano de seu Centenário. O novo diretor de futebol não para de contratar. É bem verdade que para a torcida ainda falta um zagueiro e um atacante experiente, mas sinceramente, Oswaldo de Oliveira tem tudo para mesclar bem a juventude com os mais experientes do clube, além de fazer desconhecido ou apostas darem certo. Se muitos chegam, ao todo foram 15 contratações e deve chegar mais um goleiro e um volante. A pergunta que fica é quem deixará o clube? São mais de 40 jogadores no elenco. Oswaldo de Oliveira deve dar essa resposta ou mostrar na prática ainda nessa semana. Olho no Verdão, pois pode surpreender como fez na virada contra a equipe chinesa do Shandong Luneng por 3 a 1.
Amanhã eu volto para falar das equipes do Rio de Janeiro. Até a próxima!