quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

O INÉDITO MAJESTOSO - Por Rodrigo Curty


E a Libertadores começou de vez para as equipes brasileiras. O Internacional que busca sua terceira conquista foi o primeiro a entrar em campo na fase de grupos da competição. O Colorado se deu mal contra o The Strongest e com a altitude de La Paz. É claro que isso não pode ser usado como desculpa para a derrota de 3x1, mas que faz uma grande diferença, isso não podemos duvidar. Agora é fazer a lição de casa contra o Universidad de Chile que foi derrotado em casa por 1x0 para o Emelec.
Hoje o Atlético MG estreia contra o tradicional Colo-Colo em Santiago. Apesar dos desfalques e saída de importantes jogadores, o Galo entra forte no torneio, porém hoje deve sucumbir. No grupo ainda estão o time colombiano do Santa Fé que venceu por 1x0 o Atlas do México.
Agora com todo respeito as partidas da noite, mas as atenções estarão todas voltadas para o grande clássico Majestoso entre Corinthians e São Paulo na Arena Corinthians. A rivalidade por si só já serve de ingrediente, entretanto o duelo das duas equipes na competição é inédita.
Os dois times se prepararam bem para a competição. O tricolor se reforçou na parte defensiva e no meio-ataque para manter a tradição e satisfazer seu torcedor que vê a Libertadores com outros olhos. Muricy Ramalho ainda faz mistérios. Pode surpreender e entrar com três zagueiros, mas acredito que no decorrer do jogo. Assim, a dupla deve ser formada pelo estreante Dória na esquerda ao lado de Toloi.  Ganso, Kardec, Michel Bastos e Luis Fabiano são as esperanças de um bom resultado fora de casa.
No Corinthians Tite que não poderá contar com Guerrero, expulso na primeira partida da repescagem contra o Once Caldas ficará ausente por três jogos. Desta forma, se o óbvio seria efetivar Vagner Love no ataque, a tendência seja para a entrada de Danilo, artilheiro e pé quente nesse tipo de partida. Assim, o Timão reforça seu meio-de-campo e joga do jeito que gosta, ou seja, na base da paciência e por uma bola.
Vejo o time alvinegro mais bem organizado e com um time bastante experiente. Focará nas trocas de posições de Danilo, Renato Augusto, Jadson e nas investidas de Emerson Sheik e Elias. No tricolor, a experiência também existe. Hoje a bola parada e os chutes de fora deverão ser as principais armas. É bom respeitar o tricampeão do torneio.
As equipes devem entrar assim:
Corinthians: Cássio, Fagner, Felipe, Gil e Fábio Santos. Ralf, Elias, Jadson e Danilo, Renato Augusto e Emerson Sheik.
São Paulo: Rogério Ceni, Bruno, Rafael Toloi, Dória e Reinaldo. Souza, Denílson, Michel Bastos e Ganso. Alan Kardec e Luis Fabiano.
A minha torcida é por um grande espetáculo e que o árbitro Ricardo Marques Ribeiro, de Minas Gerais não queira ser mais estrela do que os protagonistas. De qualquer forma, está com uma cara de um erro crucial nesta noite. Será? É aguardar para ver.
Até a próxima!