quarta-feira, 15 de abril de 2015

AS QUARTAS DA COPA DOS CAMPEÕES - Por Rodrigo Curty


E foi dada a largada nas quartas de final da Copa dos Campeões. Sem a participação de nenhuma equipe da Liga Inglesa, as atenções se voltam principalmente para os espanhóis Barcelona e Real Madrid e o todo poderoso Bayern de Munique. Mas é bom respeitar os coadjuvantes que não chegaram até aqui por mero acaso.
O Vicente Calderón estava abarrotado. O Atlético de Madrid sabia que era preciso vencer seu maior rival para calar os críticos e seguir assim como no ano passado como uma zebra que deu certo.
O time de Simeone, pelo incrível que possa parecer não sabe o que é perder para os Merengues. Com o resultado de 0x0 de completou sete partidas invicto, sendo quatro vitórias e três empates. Se na última partida a goleada de 4x0 balançou o cargo de Carlo Ancelotti e trouxe críticas ao ídolo e melhor jogador do Mundo Cristiano Ronaldo, a tendência é que na volta no Santiago Bernabéu, o Colchoneros precisarão manter a intensidade, organização tática e a concentração para avançar. O Real Madrid para manter vivo o sonho de conquistar seu 11º título terá que quebrar o tabu e vencer. Novo 0x0 a partida vai para prorrogação. Eu acredito na vitória, afinal o ambiente está bem melhor.
Na outra partida, disputada em Turim, um erro da arbitragem resolveu para os italianos. A partida entre Juventus e Monaco foi bastante equilibrada. Ricardo Carvalho e Morata corriam para a bola aos nove minutos do segundo tempo quando o zagueiro derrubou o atacante no limite da área. Para o Monaco, fora da área. Para o árbitro, pênalti. Melhor para Vidal, que cobrou com categoria e garantiu a vitória do Juventus por 1 a 0 em Turim, em um equilibrado jogo de ida das quartas de final da Liga dos Campeões. A partida de volta será na próxima quarta-feira, às 15h45 (de Brasília), no estádio Louis II. O time francês promete surpreender para chegar pela quarta vez à semifinal da competição. A última vez foi em 2004. Já a velha senhora , por sua vez quer provar que a folga na liderança do campeonato italiano não é à toa e deseja chegar a sua 11ª semifinal. A última em 2003.
Hoje a bola volta a rolar na maior competição de futebol do planeta. O Paris Saint Germain recebe o Barcelona com a expectativa de repetir a dose na fase de grupos quando derrotou os espanhóis, essa aliás a única derrota dos comandados de Luis Henrique no torneio. Mesmo desfalcado é bom respeitar o PSG, um time sem medo e que acredita em todas as bolas. De qualquer maneira, apesar do nítido problema de Neymar com o treinador, ele, juntamente com a dupla Messi e Suarez deve causar estragos. Vamos aguardar. Na outra partida, o Bayern de Munique quer manter a hegemonia e não cometer erros contra o Porto que terá o apoio da torcida. Os portugueses podem surpreender, afinal o time alemão estará bem desfalcado. Ribéry, Schweinsteiger, Robben, Alaba, Benatia e Martínez podem fazer falta ao esquadrão de Pep Guardiola.  
Até a próxima!