sexta-feira, 29 de maio de 2015

BRASIL BUSCA DECA NA SUPERLIGA - Por Rodrigo Curty


E hoje a bola vai subir, descer, bater e pontuar para a alegria dos apaixonados pelo voleibol. Começa em Belo Horizonte, no ginásio do Mineirinho, mais uma Liga Mundial de Vôlei masculina, competição no qual o Brasil é o maior vencedor com nove conquistas ( 1993,2001,2003,2004,2005,2006,2007,2009 e 2010, além de cinco vices).
Para manter a liderança, o técnico Bernardinho aposta na mescla de experiência e juventude. O líbero Serginho, de 39 anos é a grande novidade da equipe. O jogador volta a vestir a camisa verde-amarela, após três anos ausente. O curioso é que de todas as conquistas, Serginho, que é querido por todos comemorou em sete, uma a menos que a toda poderosa Seleção Italiana.
O Brasil estreia contra a forte Seleção da Sérvia às 14h (horário de Brasília). A expectativa é de fazer um grande torneio e voltar a levantar a taça que não vem desde 2010, e de quebra acabar com a síndrome do vice-campeonato, posição em três das últimas quatro oportunidades.
Hoje o vôlei ainda é o segundo esporte que o brasileiro mais gosta, e com às Olímpiadas no ano que vem no Rio de Janeiro se aproximando, a tendência é incentivar ainda mais não só esse, mas outros esportes de tanta história no Brasil, como o Basquete, por exemplo.
A competição não será fácil, mas dá para sonhar com a conquista. A sérvia será novamente o adversário no domingo, no mesmo ginásio. Depois o Brasil viaja até São Bernardo do Campo onde terá pela frente dois duelos contra à Austrália nos dias 05 e 07 de junho. Depois a pedreira. O último adversário do Grupo A, nessa primeira fase será a Seleção italiana nos dias 02 e 03 de julho, em Cuiabá (MT). O Brasil também viajará antes para encarar os adversários fora de casa.
Vale reforçar que o Brasil já está classificado para a fase final da Liga que ocorrerá entre 14 e 19 de julho, no Maracanãzinho e que servirá de teste para a Rio-2016. Além do Brasil estarão presentes os dois melhores do grupo A ( Sérvia, Itália e Austrália), dois do grupo B (Irã, Polônia, Rússia e EUA), e o campeão do grupo 2 que também conta com as Seleções da Bulgária, Japão, França, Argentina, República Checa, Finlândia, Holanda, Portugal, Coréia do Sul, Cuba, Canadá e Bélgica.
Boa sorte ao Brasil.
Até a próxima!