domingo, 16 de agosto de 2015

APESAR DE ERROS GROTESCOS, CORINTHIANS TEM OS SEUS MÉRITOS - Por Rodrigo Curty


E lá se foi a primeira parte do Brasileirão. Depois de 19 rodadas com surpresas, decepções, contratações, demissões e claro, os terríveis erros de arbitragem, o Corinthians levou a melhor e terminou na primeira colocação com 40 pontos.
Independente do que você pense, o Timão de fato tem uma equipe para figurar entre os primeiros e no final ser o campeão.
O alvinegro teve que se reinventar. Perdeu peças importantes, porém manteve uma base forte e o bom e velho futebol burocrático ou se preferir, o de resultado. Tite nunca escondeu que em pontos corridos o importante é somar os três pontos. Jogar bonito é um detalhe quando o que mais vale é o placar final. O Corinthians tem uma defesa forte, um meio de qualidade e criativo, além de um ataque frio e competente. Essa espinha dorsal funciona e muito bem. Os números não mentem. É o time com o maior número de vitórias (12 ) e de melhor defesa(14).  Fora isso tem estrela e um banco que funciona. Luciano, por exemplo colocou Vagner Love em segundo plano e não para de marcar gols. A sorte acompanha os competentes, mas pelo que passou nas últimas rodadas, teve algo a mais que ofusca essa campanha do Timão.
Os comandados de Tite contaram com os erros grotescos do trio de arbitragem. Apenas para ilustrar, basta analisarmos os ocorridos nas partidas contra o São Paulo, Sport e hoje com o Avaí. Impossível acreditar que houve apenas erros técnicos. Infelizmente não posso afirmar que foi tudo arquitetado e que a arbitragem escalada é tendenciosa ou pior, que a CBF exige certas marcações.
Eu prefiro acreditar na falta realmente de uma preparação mais adequada dos árbitros, além de uma profissionalização na classe. Essa profissão deveria ser mais respeitada e valorizada ao invés de servir como um “bico” para completar o saldo do mês.
Está ficando muito chato e impossível não perder o gosto de acompanhar o torneio. Além disso, a questão de bola na mão ou vice-versa, a falta de liberdade de expressão dos jogadores para questionar essa ou aquela marcação. Ora, tudo em excesso faz mal. As interpretações estão lamentáveis. Toda rodada tem choradeira e ao mesmo tempo uma expectativa de qual será o time beneficiado na próxima rodada.
A hipocrisia não deve entrar em campo. Falam que o Corinthians é o grande beneficiado, mas é um fato que os erros também beneficiam a cada rodada outros participantes. Nessa, por exemplo, os felizardos foram Palmeiras e Chapecoense. O 2º turno promete ser ainda mais tendencioso. Arrisco dizer que veremos equipes saindo de situações inesperadas e pequenos sofrendo as consequências, enquanto os gigantes se beneficiarão com pontos preciosos. Será o turno dos amigos da CBF. Aqueles que cutucaram a onça com vara curta que se cuidem e que tenham méritos de triunfarem com a bola rolando. Espero estar completamente enganado. Vamos aguardar até dezembro para ver o que dá. E viva o Brasileirão ou se preferir, o brasileirinho.
Até a próxima!