quarta-feira, 11 de novembro de 2015

GLORIOSO RETORNA À ELITE DO FUTEBOL BRASILEIRO - Por Rodrigo Curty


E a Série B já conheceu o primeiro clube que retornará à Série A em 2016. Trata-se do Botafogo. O clube carioca esperou por longos 345 dias para comemorar a volta de onde jamais deveria ter saído.
O clube carioca foi o primeiro a garantir vaga. Líder da Série B, com 68 pontos, a ascensão veio, após a vitória de 1x0 sobre o Luverdense – MT com gol de Ronaldo, até então vilão no tropeço contra o Criciúma na rodada anterior.
Agora a expectativa da torcida do Glorioso é pela conquista do título. Se o principal objetivo veio com três rodadas de antecedência, gritar “É campeão” será um prêmio pela campanha. O mesmo pode acontecer no próximo sábado, às 17h30 (de Brasília), quando o alvinegro receberá o Santa Cruz no Nilton Santos, diante de seu torcedor apaixonado e feliz com o regresso.
A temporada era vista como uma incógnita. Era fato que o Fogão retornaria à Elite. Longe de menosprezar os outros participantes, mas independente de não ser o campeão, o que acredito seja improvável, o Botafogo que atravessa uma crise financeira muito séria, fez bem o seu planejamento.
A torcida teve paciência, mesmo cobrando demais por atuações de gala. Ora, nem os mais românticos, nessa altura do campeonato se preocupam com shows à parte, afinal a campanha até aqui, mesmo com tropeços inesperados é impecável. O Fogão esteve desde o início presente no G-4, liderou 27 das 35 rodadas até aqui, tem o melhor ataque e defesa e foi a que mais venceu - 20 jogos - e a que menos perdeu - sete partidas.
Mas apesar dos números, vejo o time precisando de reforços para o ano que vem. Os cofres estão vazios, a política dos pés no chão deve se manter, porém mesmo que o time entre apenas para se manter na série A, a torcida terá que entender. Fazer loucuras não é a melhor saída. O ideal seria conseguir parceiros para investir, mas na atual conjuntura isso não é nada fácil.
Hoje é válido agradecer o elenco que ajudou e muito na campanha, mas manter algumas peças por gratidão poderá ser um erro crucial.
Parabéns à Estrela Solitária. O futebol do Rio de Janeiro está feliz e espera definitivamente manter os seus quatro grandes por longo período na “nata” do futebol nacional.
Até a próxima!