domingo, 1 de maio de 2016

SENNA - VINTE E DOIS ANOS DE SAUDADE - Por Rodrigo Curty

E quis o destino que o aniversário da morte de um dos maiores ídolos brasileiros caísse novamente em um domingo. A F1, desde o acidente que calou o mundo do automobilismo teve muitas mudanças - Circuitos, regras, carros e pilotos, estes também com grande categoria e merecimento de respeito, afinal alguns se igualaram e outros ultrapassaram a quantidade de títulos de Ayrton Senna da Silva.
Independente de gostos por este ou aquele piloto, afirmações e julgamentos de quem pôde conviver com ele, de que era um cara frio, fechado, antipático, entre outros adjetivos negativos, o fato é que no "fundo" todos reconhecem até hoje os seus feitos dentro e fora das pistas.
É impossível não lembrar desse grande homem sendo muito mais que um audacioso, ambicioso e fantástico piloto, que somente foi vencido por uma obra do destino presente naquela tarde de 01/05/1994, mais precisamente na curva de nome Tamburello, em Ímola, na Itália. 
O dia 01 de maio sempre será lembrado como algo a mais que um simples "dia do trabalho". Ironia a parte, pois o sobrenome de Senna também tinha esse substantivo intrínseco. Até hoje o seu legado de exemplos de determinação, coragem, atitudes, buscas por um país cada vez melhor, no quis diz respeito às crianças, além de suas crenças são passados de pais para filhos, instrutores para subordinados, líderes e para quem ainda não achou o seu caminho.
Saudades e feitos de Ayrton Senna fazem e sempre farão parte de minha vida e de milhões de pessoas pelo mundo a fora. Saudades que vão muito além das corridas inesquecíveis, títulos improváveis, lições de moral e tal. Senna é até hoje um cara que inspira os mais jovens e até os mais arrogantes e prepotentes seres humanos que acham que já provaram ou aprenderam de tudo.
Vale a inspiração para quem desejar conhecer um pouco mais do que o ex-piloto deixou entre os seus legados. A realização de um sonho administrado e "tocado" de forma excepcional e profissional por sua irmã Viviane Senna. Falo do Instituto Ayrton Senna, que é um exemplo de que o Brasil pode e deve sim ser acreditado. O futuro está realmente em nossas crianças. Focar na educação, nas conquistas de jovens valores, mesmo em casos extremos de dificuldades, esse é um dos trabalhos realizados a favor da vontade do ídolo eterno, que aonde quer que esteja "sorri", "aplaude" e "acalma" os corações daqueles que o idolatram até hoje.
Saudades desse cara que com todo respeito não perde e nem deverá perder o posto do maior ídolo nacional. Vale a pena os pais mostrarem, e ensinarem aos seus filhos quem era esse cara dentro e fora das pistas. Quem sabe aí, não surge uma inspiração para alguém assumir esse posto? É aguardar para ver.
Até a próxima!