quarta-feira, 24 de agosto de 2016

COPA DO BRASIL E COPA SULAMERICANA - Por Rodrigo Curty

E a bola voltou a rolar pelo país do futebol. Depois de ser colocado em segundo plano, uma vez que a Olimpíada foi o centro das atenções desde o início de agosto, as competições como Copa do Brasil e Copa Sul-Americana deram as "caras".
A Copa do Brasil apresentou surpresas na abertura das oitavas de final.
O Atlético PR recebeu o Grêmio e foi derrotado por 1x0. Agora o Furacão precisará vencer por dois gols de diferença na Arena do Tricolor para manter vivo o sonho do título.
O mesmo serve para o Vasco da Gama. O Cruzmaltino foi dominado pelo Santos e derrotado por 3x1. Poderia ter sido mais. A preocupação de Jorginho é o time entender que está abaixo das equipes que disputam à Série A. Ora, antes dessa partida, o "gigante da colina" estava invicto há 10 jogos contra equipes da elite. É possível reverter a vantagem, mas convenhamos que pela experiência santista e por esse gostar de fazer gols fora, as chances diminuem.
Já o Atlético MG recebeu a Ponte Preta e também se deu mal. A Macaca arrancou um ótimo empate em 1x1 e terá a chance de decidir em casa a sua passagem às quartas. Para isso será bom respeitar o Galo.
E o São Paulo? Quem diria? O tricolor foi derrotado pelo Juventude, em pleno Morumbi por 2x1. O time de Caxias do Sul corre o risco de nem se classificar entre os oito melhores da série C. A diretoria do time paulista sofre com pressões de seus torcedores e precisa urgentemente voltar a somar pontos. O clima também é tenso entre os os jogadores. Queira ou não, a racha existe e está explícita no elenco.
Já pela Sul-Americana, o clássico pernambucano entre Santa Cruz e Sport terminou no 0x0. O rubro-negro é visto como favorito para avançar, só que o tricolor busca a sua reabilitação na temporada. 
Outro rubro-negro que entrou em campo foi o Flamengo. Em partida com erros cruciais da arbitragem, o time comandado por Zé Ricardo pagou por entrar de forma mista contra o Figueirense que mereceu a vitória por 4x2, com direito a três gols de Rafael Moura -  o He-Man estava mesmo com a força. O Flamengo contou com erros individuais de Paulo Victor e Donatti, posicionamento, além da falta de pontaria. Agora é saber se terá força para vencer por 2x0 e avançar. Outra dúvida que fica no ar, é se a derrota abalará a boa campanha no Brasileirão. Vamos aguardar.
Até a próxima!