segunda-feira, 1 de agosto de 2016

O NOVO LÍDER ILUSÓRIO - Por Rodrigo Curty

E o Brasileirão, série A tem um novo líder. Trata-se do Corinthians, que conseguiu vencer o Internacional, em pleno Beira-Rio por 1x0 e chegou aos 33 pontos. O Colorado, aliás não vence há nove rodadas. É a sua pior marca na história dos pontos corridos. O Palmeiras, que era dado como a grande sensação do torneio, definitivamente sente as ausências de seus principais jogadores. Desta vez, o Verdão foi derrotado pelo Botafogo por 3x1. O time de Cuca agora é o terceiro colocado com 32 pontos.
O segundo lugar é do também desfalcado Santos. Dorival Junior faz novamente um excelente trabalho no Peixe. O placar de 2x0, na Vila, serviu para afundar ainda mais o Cruzeiro que teve Mano Menezes reestreando no comando. Abre o olho Celeste.
O G4 é fechado com o Grêmio que não saiu do placar em branco com o lanterna América MG. O Tricolor também soma 31 pontos. Na 5ª colocação com 30 pontos está o ascendente Flamengo de Zé Ricardo. O rubro-negro venceu o Coritiba por 2x0 e sonha em ir mais longe.
Logo atrás do time carioca, estão os Atléticos. O mineiro tem 29 pontos e em ótima fase venceu o Santa Cruz por 3x0. O paranaense tem 27 e perdeu para o Sport.
Do meio da tabela até o rebaixamento também há muito equilíbrio. Da oitava colocada Ponte Preta até o primeiro que cairia, o Coritiba, a diferença é de apenas seis pontos, ou seja, restando apenas duas rodadas para o encerramento da primeira fase, a tendência é que ainda tenhamos mudanças nos dois eixos e, consequentemente um novo líder de momento. Pelo nível técnico apresentado e equipes perdendo pontos, quando se menos espera, creio que o líder será ilusório até a última rodada, momento em que apenas um poderá ser o real campeão.
Então vale aguardar para ver a dança das cadeiras, afinal, quem sabe na quinta-feira não tenhamos um novo líder e um novo Z4? Eu não me surpreenderia.
Vamos aguardar para ver, porém se pudesse arriscar, cravaria que a diferença, pelo menos no G4 no término desse 1º turno será menor que em 2015, quando o Corinthians tinha quatro pontos sobre o Atlético MG. No rebaixamento, no ano passado o lanterna Vasco estava a sete para sair do Z4. Nesse ano, a tendência é que a diferença do América seja maior para a salvação. 
Até a próxima!