quinta-feira, 22 de setembro de 2016

SALVE O TRICOLOR PAULISTA - Por Rodrigo Curty

E não será dessa vez que o São Paulo terá a chance de conquistar o inédito título da Copa do Brasil.
O Tricolor foi até Caxias do Sul encara o Juventude e ficou pelo caminho. O torneio tem a particularidade do gol marcado fora. O time do Sul se aproveitou de sua vantagem. Venceu a primeira, em pleno Morumbi por 2x1 e carregou nos braços a vantagem de poder ser derrotado por 1x0. Foi justamente o que aconteceu.
Na primeira etapa, o time da casa colocou uma bola na trave e fez Denis fazer grande defesa. Do lado tricolor muita desorganização e afobação. O esquema de Ricardo Gomes com três volantes é no mínimo travado. Wesley, Hudson e Thiago Mendes não contam com o "passe" para alimentar Cueva e Kelvin, os pontas de ligação para o atacante Chavez. 
No segundo tempo o jogo seguiu frio e sem grandes chances. Uma para o time da casa e que teve mais uma intervenção de Denis e depois um abafa impressionante do Tricolor, porém sem muita efetividade. A prova disso é que o principal atacante da equipe foi o zagueiro Rodrigo Caio, autor do gol da vitória por 1x0 aos 23' e depois quase o da classificação na ótima defesa de Elias. No fim, no último segundo dos acréscimos de 50', o time paulista reclamou de uma penalidade não marcada. A bola cruzada por Carlinhos bateu no braço de Bruninho. É aquele típico lance que o juiz interpreta da forma que bem entender. Na minha opinião se fosse no começo da partida, ele teria marcado. De qualquer maneira, eu penso que pênalti nesse caso só deve ser dado se houver nitidamente a intenção, o que entendo não foi o caso.
De qualquer maneira, o fato é que o São Paulo está eliminado e com uma missão dura pela frente. Como tudo na vida tem a primeira vez, o Tricolor que jamais havia sido eliminado de qualquer torneio por uma equipe sem ser da série A ou B, caiu diante do renovado e empenhado Juventude que terá a oportunidade contra o Fortaleza de retornar à série B.
As atenções da equipe de Ricardo Gomes agora se volta ao Brasileirão. O time sofre com o fantasma do rebaixamento. Hoje na 12ª posição, com 34 pontos, o time está a seis acima da zona da degola, e 11 abaixo do G-4. Ainda faltam 12 rodadas e acredito que o time não sofrerá como pintam. Basta fazer o que fez contra Figueirense e Cruzeiro - vencer os duelos diretos, e olha que as próximas rodadas isso pode ajudar ou decretar o inacreditável.
Essa é a sequência dos cinco próximos jogos. Complicado: Vitória (Barradão), Flamengo (Morumbi), Sport (Ilha do Retiro), Santos (Pacaembu) e Fluminense (Édson Passos).
É aguardar para ver se o São Paulo se salvará com suas próprias forças ou se terá o gosto amargo de disputar, pela primeira vez à série B.
Até a próxima!