sábado, 21 de janeiro de 2017

A ESTRELA DE ROGERIO CENI - Por Rodrigo Curty

E a torcida do São Paulo hoje é só festa. A vitória sobre o Corinthians pela Flórida Cup nos pênaltis por 4x3, após um 0x0 foi bastante comemorada pela torcida tricolor. Claro que o "torneio de verão" tem que ter o seu devido peso.
De qualquer maneira é sempre bom vencer. Depois de terrível temporada em 2016, a expectativa é de um 2017 repleto de coisas boas, apesar do elenco ficar aquém das tradições.
O comando é de Rogério Ceni. O "cara" conhece e manda como poucos no clube. Tem o respaldo, respeito e culhão para aguentar a pressão. Isso é o que dizem. Ao meu ver, entendo que o ex-goleiro artilheiro conhece de futebol, faz ótimas leituras de jogo e começou bem, por mesclar juventude com experiência na dose certa. É mais do que sabido que os jogadores jogam para o comandante. Mesmo sendo visto como prepotente, arrogante, vaidoso, etc, Rogério busca ter a espinha dorsal para não trocar os pés pelas mãos também na nova profissão.
A experiência na competição valeu demais para ele. Sidão foi bem, Junior Tavares, Wellignton Nem, Gilberto, Shaylon, Luiz Araújo e por aí vai. Claro que tem muita coisa para melhorar, principalmente para os contratados. Além de Sidão, um cara que se encaixou bem foi Cícero. Já Douglas e Neilton ficaram devendo. Antigos figurantes como Bruno, Lucão e Wesley continuam irritando os torcedores.
O ano promete ser bem trabalhado pelo clube. O planejamento e a humildade em entender que precisa melhorar e muito para chegar aos tempos de outrora ajuda. Vamos aguardar como será o reflexo desse título no início do Paulistão e torneios mais parrudos. Boa sorte à Rogério Ceni e até a próxima!