quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

A NOVA COPA DO BRASIL - Por Rodrigo Curty

E a bola vai rolar hoje para mais uma edição da Copa do Brasil. O torneio que é amado por muitos pelo fato de ser no formato mata-mata e não de pontos corridos terá o seu campeão conhecido no mês de outubro e não mais no final do ano como na edição passada conquistada pelo Grêmio, o maior papão com cinco títulos.
A competição que há algum tempo mudou sua fórmula de disputa e, de certa forma acabou com a possibilidade do time de menor expressão se sobressair sobre o considerado gigante, agora deve ser mais equilibrada.
O motivo é simples -  Para chegar na final com praticamente dois meses de diferença, as duas primeiras fases terão apenas uma partida, ou seja, não há possibilidade de reverter o placar. Assim os grandes jogarão fora de casa e por dois resultados - vitória ou empate. A zebra gosta de aparecer na Copa do Brasil e hoje para espantar esse fantasma, Corinthians, Sport, Ponte Preta, Vitória e Coritiba devem fazer a lição de casa.
O Timão terá pela frente a Caldense. Poços de Caldas está em festa e esperançosa, mesmo sabendo da inferioridade técnica de sua equipe. O mesmo serve para o Moto Club do Maranhão que receberá amanhã o São Paulo, único dos considerados grandes que ainda não levantou a taça. Quem também quer espantar a zebra é o Vasco que encara também amanhã o Santos -AP. Deve passar sem dificuldades. O Vitória da Conquista(Ba) receberá o Coxa, enquanto a Ponte Preta visitará Campinense(PB). Por fim, o rubro-negro baiano medirá forças contra a Luziânia(GO) e o Sport joga a classificação contra CSA(AL)
Quem avançar precisa se atentar. Empatar pode ser uma péssima ideia. Sim, na segunda fase o empate levará a decisão para a marca da cal.
Já da terceira fase em diante a tendência é o torneio pegar fogo, afinal o já conhecido gol marcado na casa do adversário volta à tona e permanecerá até a finalíssima, quando sairá de cena. Além disso é nessa hora da competição que os clubes que estarão na Libertadores da América, mais os cinco times classificados a partir da Copa do Brasil, Atlético-GO (campeão da Série B), Santa Cruz (campeão da Copa do Nordeste) e Paysandu (campeão da Copa Verde) completam os 16 clubes.
Conheça o regulamento:
Confira o sistema de disputa da Copa do Brasil 2017:
Primeira Fase: 80 clubes - empate classifica o visitante - melhor posição no ranking da CBF.
Segunda Fase: 40 clubes - empate leva decisão para os pênaltis.
Terceira Fase: 20 clubes - dois jogos; empate em saldo e número de gols marcados fora de casa leva decisão para os pênaltis.
Quarta Fase: 10 clubes - dois jogos; empate em saldo e número de gols marcados fora de casa leva decisão para os pênaltis.
Oitavas: 5 clubes (da Quarta Fase) + 8 representantes da Libertadores (Palmeiras, Santos, Flamengo, Atlético-MG, Grêmio, Botafogo, Atlético-PR e Chapecoense) + Campeão da Copa do Nordeste 2016 (Santa Cruz) + Campeão da Copa Verde 2016 (Paysandu) + Campeão da Série B 2016 (Atlético-GO) - dois jogos; empate em saldo e número de gols marcados fora de casa leva decisão para os pênaltis.
Quartas e Semifinais - dois jogos; empate em saldo e número de gols marcados fora de casa leva decisão para os pênaltis.
Final - dois jogos; não existe peso maior no gol fora de casa; empate no saldo leva decisão para os pênaltis.
Boa sorte a todos e até a próxima!