quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

REAL E BAYERN ESPANTAM A ZEBRA - Por Rodrigo Curty

E a bola voltou a rolar pelas oitavas de final da Copa dos Campeões. Os favoritos Real Madrid e Bayern de Munique não deram chance para Napoli e Arsenal, respectivamente.
Calma lá, antes que me xinguem ou critiquem pelo fato de considerar o time espanhol e alemão como sendo os melhores do duelo, convenhamos que a tradição ajuda na análise.
Pois bem, no Santiago Bernabèu, por pouco não acontece o inesperado. O time italiano saiu na frente e até por alguns instantes esteve melhor. Só que do lado dos merengues, um certo Cristiano Ronaldo esteve bem a vontade e capitaneou a sua equipe para a virada de 3x1, com direito a um golaço do brasileiro Casemiro. 
Ficou bem claro como o time de Zinedine Zidane trabalha a bola. O time é calmo, calculista e prático. Aperta o adversário quando não tem a posse de bola e erra muito pouco. Resta saber se a quantidade de gols perdidos nas criações fará falta no decorrer da competição. Sim, apesar de respeitar as cores do Napoli, sinceramente não acredito que o maior vencedor do torneio se despeça na Itália.
O mesmo pode-se dizer e até com mais convicção do Bayern de Munique. O time alemão massacrou o inglês do Arsenal. A equipe provou ser bem organizada e homogênea. Joga com frieza e é extremamente objetiva. E olha que o placar de 5x1 com direito a um golaço de Robben e o futebol de primeira qualidade ainda foi pouco pelo apresentado. Foi uma aula de futebol com quase setecentas trocas de passes. O Arsenal dificilmente conseguirá reverter a situação, aliás, se bobear deve perder novamente. É aguardar para ver.
Até a próxima!