terça-feira, 7 de março de 2017

LIBERTADORES COM BRASILEIROS EM CAMPO - Por Rodrigo Curty

E é hoje que a bola rola para a fase de grupos da Libertadores da América. O torneio mais cobiçado das Américas deve ser muito equilibrado e para variar com surpresas até o seu capítulo final, em novembro.
O Brasil, terá oito representantes: Palmeiras, Santos, Flamengo, Atlético MG, Grêmio, Chapecoense, Atlético PR e Botafogo. 
A competição já provou que nem sempre o favorito avança ou vence e os que menos investem, desde que unidos podem surpreender. 
Hoje, serão realizadas quatro partidas, sendo duas delas com times brasileiros que esperam escrever um belo capítulo na competição. 
A Arena da Baixada promete ferver para receber o Atlético PR que veio de duas fases na pré-Libertadores para chegar ao grupo 4. O Furacão recebe às 21h a tradicional equipe chilena do Universidad Católica do Chile. Paulo Autuori sabe das dificuldades e também os caminhos necessários para seguir adiante no torneio.
A equipe deve ser a mesma que vem atuando, com exceção de Grafite que recebeu o tereciro cartão amarelo contra o Capiatá. Já Felipe Gedoz pode começar entre os titulares, diferentemente de Eduardo da Silva, recém contratado e sem ritmo de jogo.
O outro brasileiro que deseja começar com o pé direito é a queridinha do Brasil e renovada Chapecoense. O time dirigido por Vágner Mancini visitará o Zulia, da Venezuela às 21h30 pelo Grupo 7. O estádio Pachencho Romero, em Maracaibo, ao meu ver será o maior adversário dos catarinenses. A lembrança daqueles que colocaram o time na competição será um ponto forte na partida. Força Chape.
Até a próxima!