quinta-feira, 16 de março de 2017

PALMEIRAS VENCE NA BASE DA RAÇA - Por Rodrigo Curty

O Palmeiras venceu a primeira partida jogando em casa na Libertadores. O Allianz Arena estava lotado para receber o atual campeão brasileiro contra o surpreendente Jorge Wilstermann, da Bolívia. O Verdão foi avassalador desde o início, mas esteve nervoso em campo, ansioso para resolver logo o resultado e pecando nas finalizações. E olha que o time boliviano quase marcou, em um contra-ataque e bela defesa de Fernando Prass. 
E ficou provado que o elenco é forte e homogêneo. Lá na frente saberemos se isso será um problema de vaidade ou a receita para o sucesso. Eduardo Baptista mexeu bem na equipe e acreditou até o fim na vitória. O resultado de empate provavelmente traria problemas para a sequência da equipe.
A Libertadores é complicada, as equipes que jogam fora entram em campo para tentar no mínimo um empate e em bolas paradas, contra-ataques conseguirem um triunfo, muitas das vezes improvável. A cera custou caro ao time boliviano. Foram 6' de acréscimo, e nos últimos 30", veio o gol salvador do zagueiro Mina, que ensurdeceu o estádio. 
A vitória na base da raça, insistência e determinação também merece atenção. No ano passado, o Palmeiras era diferente desse atual. Hoje tem uma equipe maior, mais experiente e ao mesmo tempo de maior cobrança da torcida. O caminho no grupo 5 tende ser sem complicações. Depois no mata-mata e longo calendário, a história é outra. Muita coisa pode mudar, inclusive o comando técnico, que ainda não tem o apoio máximo do palmeirense. Vamos aguardar!
No momento, as atenções do Palmeiras se voltam ao Paulista. No final de semana, a equipe vai de força máxima para cima do Santos. Na Libertadores, a bola volta a rolar apenas no dia 12/04, novamente em casa contra o tradicional, porém enfraquecido Peñarol.
Até a próxima!