quarta-feira, 19 de abril de 2017

SÃO PAULO E CORINTHIANS SÃO ELIMINADOS - Por Rodrigo Curty

No próximo domingo é dia de mais uma decisão para São Paulo e Corinthians. Nesta quarta-feira, ambos entraram em campo pela Copa do Brasil e acabaram eliminados por Cruzeiro e Internacional, respectivamente.
Antes de entrarmos na segunda partida da semifinal pelo campeonato paulista, destaco as eliminações. Na partida que abriu a noite da competição, o tricolor encarou o Cruzeiro no Mineirão. A Raposa tinha uma bela vantagem - podia perder por 2x0 e mesmo assim, levaria a partida para as penalidades. Pois bem, quase que o velho erro de jogar com o regulamento vai para o espaço. O time de Rogério Ceni fez uma excelente partida e, antes mesmo dos 20' poderia estar vencendo por 2x0. Cícero, Cueva e Pratto desperdiçaram. O argentino, porém abriu o placar com um belo gol de cabeça e só não marcou o segundo porque a trave salvou. 
Do lado de Mano Menezes, o que se viu era um Cruzeiro perdido, errando passes bobos e rezando para acabar o tempo normal. E assim foi. O segundo tempo era outro cenário, o time da casa buscou o empate e conseguiu, graças a uma falta bisonha de Rodrigo Caio. Thiago Neves chutou e a bola desviou em Cueva antes de estufar as redes e levar a torcida à loucura. Mas a noite era do São Paulo, Gilberto entrou e de cara marcou o segundo do time paulista. No fim Renan Ribeiro salvou o São Paulo do empate e quase viu seu time se classificar com Jucilei, Pratto e Morato. Coisas do futebol, se jogasse assim no Morumbi poderia seguir firme na busca do título que lhe falta. Olho no Cruzeiro, que apesar de perder a invencibilidade de 22 jogos no ano, pode crescer.
E o Corinthians? Pois é, para muitos torcedores ver o time perder agora não foi de todo um mal. O Timão segue com a péssima mania de sair na frente e aguardar por uma bola ao invés de querer pressionar e matar logo a partida. O empate no Beira-Rio em 1 x1 e um gol logo de cara de Maycon e outro que Jô perdeu cara a cara dava a impressão que a torcida em Itaquera sairia feliz, só que não foi o que se viu.
A partida foi horrorosa, morna e sonolenta. De um lado um time recuado, esperando a "bola" do jogo. Do outro um time disposto e totalmente sem criatividade. Só que a competência acompanha os sortudos. O Colorado buscou a todo momento o empate e conseguiu com Fagner marcando contra. 
O curioso é que o placar que levaria a decisão por pênaltis quase não concretiza. O Timão pressionou e perdeu três chances de liquidar a partida, então por que não o fez antes? Pois é, essa postura covarde custou caro. Na marca da cal deu o time de Antônio Carlos Zago - 4x3. Foi a sexta vez em doze oportunidades que o Corinthians cai em um mata-mata em seu estádio.
A hora de ambos agora é virar a chave. Domingo o Timão tem a vantagem de 2x0 construído no Morumbi. O Majestoso pode apresentar surpresas, principalmente se São Paulo e Corinthians atuarem como hoje. Vamos aguardar.
Até a próxima!