sábado, 22 de abril de 2017

FLUMINENSE ATROPELA VASCO NA SEMIFINAL - Por Rodrigo Curty

E o Fluminense é o primeiro time garantido na final do campeonato carioca. As polêmicas do Vasco em querer mudar o local da partida, por conta do time das Laranjeiras, devido a concessão com a Odebrecht ter direito de colocar a sua torcida do lado direito das cabines de rádio e TV apimentou ainda mais o clássico. 
No campo, o time tricolor atropelou o Vasco pela semifinal. A vitória de 3x0 poderia ter sido bem maior se não fosse Martín Silva. 
Os comandados de Abel Braga sobraram na partida que em certo momento teve um equilíbrio. Se o Cruzmaltino que precisava vencer para avançar tivesse sido competente com Nenê e Luis Fabiano, a história poderia ter sido outra. Ok, o tricolor também teve chances salvas pelo lateral Henrique.O goleiro Diego Cavalieri também teve grande destaque.
Já na segunda etapa, quem esperava o Vasco "entrar" em campo, viu o Fluminense avassalador, intenso o tempo inteiro e ganhando todas as jogadas nas pontas e no meio. É bem verdade que depois do 1x0 marcado por Richarlison e com a expulsão de Douglas as coisas pioraram de vez. Tanto ele como Wellington Silva, Lucas e a marcação serena e ofensiva de Wendel fizeram a diferença. 
Em 10' o placar estava garantido com direito a chapéu do lateral direito em Rodrigo e conclusão de letra de Wellinton Silva, um golaço. Mesmo assim o que se viu foi um time em busca de gols e mais gols. Ele veio com o lateral Léo, que sozinho subiu de cabeça. A bola parada e os cruzamentos ao mesmo tempo que são armas do time de Milton Mendes é o algoz. 
Ao meu ver, esse é um fundamento que precisa urgentemente ser trabalhado para a sequência na temporada. O que resta é o nacional, o time retorna à elite e precisará se reforçar para não ter que ver a sombra da "b" rondar novamente em São Januário.
Do lado do vencedor, dificilmente a tônica do trabalho de Abel Braga nesta temporada mudará. O treinador jamais pede para o time recuar e cobra muita marcação no campo adversário e toques rápidos. Olho neles, uma vez que consegue provar que às vezes, vale mais ter um time obediente do que repleto de "cobras". 

Amanhã será a vez de Flamengo e Botafogo medirem forças. Dessa, saíra o outro finalista. A tendência é de um grande jogo, gols e claro polêmicas. Vamos aguardar.
Até a próxima e parabéns ao Flu.