segunda-feira, 29 de maio de 2017

BRASILEIRÃO E SEUS FAVORITOS - Por Rodrigo Curty

O Brasileirão teve mais uma rodada de surpresas. O torneio até aqui segue sem empolgar muito, apesar de já ter apresentado clássicos como Vasco x Fluminense e São Paulo x Palmeiras. Na parte de cima quem manda é o Corinthians e o Cruzeiro. O alvinegro, ao meu ver é a grande surpresa. Mostra que nem sempre um grande investimento é prova de sucesso. Ora, eu sempre penso que um grupo unido e se possível homogêneo vale mais que qualquer elenco milionário. A Raposa também é um exemplo disso e, ao meu ver, conta com um elenco melhor que o do time paulista.
Mas temos muita coisa pela frente. Haverá muita mudança nas primeiras posições. Para provar que a competição é bem equilibrada, as equipes que eram tidas como favoritas pela a maioria antes do início não conseguem decolar. Atlético MG, Palmeiras, Flamengo, Santos, Grêmio, por exemplo.
O primeiro, assim como seu xará do Paraná e o Vitória, jogaram as duas últimas rodadas em casa e se deram mal. O Galo perdeu para o Fluminense e empatou com a Ponte Preta, quase no apito final. Já o Furacão perdeu para o Grêmio e empatou com o Flamengo. Ambos ganharem apenas um ponto em seis disputados podem ter problemas no final. Pior é o Leão. O time baiano perdeu os seis pontos. Derrotas por 1x0 para Corinthians e Coritiba. Péssima campanha e chances de queda de Petckovic.
Os favoritos também penam. Veja o badalado time de Cuca. O verdão perdeu para a Chapecoense e para o Tricolor. Já começam a discutir se o treinador, de fato está fazendo a diferença no recheado e vaidoso plantel. Calma, ainda é cedo para fazer qualquer análise, mesmo porque não sobra tempo para arrumar a casa.
Já o rubro-negro carioca, eliminado da Libertadores, aos poucos se recupera. Segue com problemas na equipe titular, o que deve ajustar na próxima rodada, o clássico contra o bom time do Botafogo. A zaga é o principal problema para a paz de Zé Ricardo. O Santos é outro que oscila bem. Perdeu em casa para o Cruzeiro, quando devera vencer para embalar. E o Grêmio? Pois é. O time de Renato Gaúcho é mestre em perder gols. Parecia que golearia o Sport, em Recife e permitiu a virada em noite do atacante André, autor de três gols na vitória de 4x3.
Vale também uma atenção para equipes tidas como medianas. Vasco, Botafogo, São Paulo, Ponte Preta, Coritiba e Fluminense. Podem me cobrar lá na frente, mas destes, penso que apenas o Glorioso e os tricolores manterão uma regularidade. Nada contra os Cruz-Maltinos, a Macaca e o Coxa, mas a força destes estará principalmente no fator casa, mesmo nesse início surpreendendo fora. Uma hora o desgaste e a falta de um elenco maior custará caro.
Na parte da degola, hoje temos o Atlético GO, Avaí (joga hoje contra a Chapecoense), Atlético PR e Vitória. Destes, vejo apenas o Furacão com chances de recuperação e regularidade. Vamos aguardar.
Até a próxima!