quarta-feira, 2 de agosto de 2017

CORINTHIANS É LÍDER PELA COMPETÊNCIA - Por Rodrigo Curty

E o Brasileirão chegou a sua rodada de número 18 e o Corinthians ainda segue invicto. Dessa vez a vítima foi o Galo, em pleno Mineirão. Vitória por 2x0 com Jô voando e em uma fase espetacular na carreira.
A marca impressionante pode ainda ser histórica. Para se ter uma ideia em 2003, o Cruzeiro de Vanderlei Luxemburgo no comando e capitaneado pelo meia Alex chegou aos 100 pontos, sendo que no 1º turno terminou com 47 pontos. Na época o torneio contava com 24 clubes, assim é impossível não valorizar os atuais 44 pontos da equipe de Fábio Carille com menos partidas.
Se no início da temporada, a "quarta força" paulista aparentava ser apenas mais um coadjuvante, a cada rodada cala os críticos, não pelo futebol apresentado, e sim pela sua competência e frieza para vencer as partidas.
Quando falo de futebol apresentado, quero deixar claro que estou longe de valorizar o estilo de jogo, uma vez que sinceramente não me agrada, pois gosto de ver equipes ofensivas, jogando sem medo, mesmo que isso custe a vitória. É assim que acontece com equipes mais fortes no papel como Flamengo e Atlético MG, por exemplo. O Palmeiras, que também não escapa desse quesito deve ser lembrado porque é o melhor das últimas dez rodadas. O time de Cuca aos poucos se reencontra com o bom futebol ou melhor com a melhor forma burocrática de vencer as partidas. Em pontos corridos é o que vale.
De qualquer maneira, o Corinthians merece respeito. O time joga um futebol pragmático, inteligente e acima de tudo com muita personalidade. Não é à toa que hoje já conta com a melhor campanha na "era" dos pontos corridos. Um aproveitamento de 81,5% (13V e 5E). Fora isso, mesmo quando "peca", mantém a longa margem de distância dos que correm atrás. Grêmio e Santos com uma diferença de oito e dez respectivamente devem crescer ainda mais e jogam um futebol que o público gosta de ver. Isso não é certeza de conquistas, mas de lembranças mais positivas para os amantes do esporte Bretão.
É bem verdade que ainda teremos um segundo turno inteiro pela frente. Serão mais 19 rodadas e muita coisa pode acontecer. O fato é que por ser tão forte em casa, dificilmente o Timão fica sem essa taça no final do ano. O motivo é simples. A equipe venceu jogando fora equipes como Vitória, Vasco, Grêmio, Palmeiras, Fluminense e Atlético MG. Essas que dificilmente são batidas em casa. 
Vamos aguardar para ver o que acontece, enquanto isso, o elenco questionado e considerado sem banco segue a sua jornada e merece a liderança. Faça a sua aposta e até a próxima!