quinta-feira, 17 de janeiro de 2008

O FABULOSO LEÃO RUGIU - por Gustavo Cavalheiro

Considerando as últimas 20 estréias de campeões paulistas no ano seguinte de suas conquistas, o resultado mais provável para ontem seria um empate entre o Bi-Santos e a saudosa Lusinha, mas isso não foi o que aconteceu.

Só pela terceira vez (2008, 07 e 06) a Federação colocou o campeão da primeira divisão frente ao estreante ou re-estreante campeão da segunda. Nesse ponto temos um cenário mais favorável aos segundinos: o Juventus em 2006 venceu o então campeão Tricolor por 1x0 no aniversário da cidade (25/jan), enquanto o Santos no ano passado sofreu para bater o novato Grêmio Barueri (2x1) na largada do campeonato com mando de campo do Barueri no estádio Palestra Itália, pois a Arena Barueri encontrava-se em reformas. Curiosamente em 2008, o Palmeiras fará seu jogo inaugural na Arena Barueri por conta de reformas em seu estádio contra o Sertãozinho.

No mais, esses confrontos dos “times a serem batidos” são contra times do interior, em que os campeões mandam seus jogos (12 x 8) e a Federação atira seus times médios e pequenos à cova dos leões. A exceção a esta regra está no segundo confronto da Lusa frente aos campeões dos anos passados, formando um antigo clássico paulista logo de cara e assim como ontem, foram os leões da fabulosa rugiram mais alto. (1995 o Bi-Palmeiras perdeu da Lusa por 2x1 na estréia)

A volta da Lusa é encarada por muitos como um resgate de tempos gloriosos do simpático time do Canindé, que andou pelas estradas esburacadas do limbo das séries menores e fortaleceu-se para disputar o título paulista deste ano e por que não, um bom ano nas disputas nacionais. Já o Santos combalido e desmontado parece que transformará o antes soberbo técnico Leão em gatinho.


Será?

Muita bola ainda vai rolar para definir o time que vai fazer o jogo inaugural do campeonato em 2009, mesmo que esse jogo seja precedido de outros jogos do mesmo campeonato, no mesmo dia para deleite dos humoristas portugueses.

Segue abaixo a lista dos jogos de estréia dos campeões de anos anteriores. Cito o jogo do Supercampeonato paulista de 2002 como a estréia corintiana no torneio estadual e o jogo do Ituano de 2003 como o jogo do campeão do ano anterior, conforme orienta a federação:

Ano - Campeao Anterior : Jogo Inaugural

1989 – Corinthians : Corinthians 2x0 Internacional Limeira
1990 – São Paulo : Ponte Preta 0x0 São Paulo
1991 – Bragantino : Bragantino 0x0 Guarani
1992 – São Paulo : Juventus 1x1 São Paulo
1993 – São Paulo : São Paulo 2x0 Ponte Preta
1994 – Palmeiras : Palmeiras 1x1 Rio Branco
1995 – Palmeiras : Portuguesa 2x1 Palmeiras
1996 – Corinthians : Botafogo Ribeirão Preto 2x2 Corinthians
1997 – Palmeiras : São Jose 1x1 Palmeiras
1998 – Corinthians : Corinthians 1x1 Ituano
1999 – São Paulo : São Paulo 2x2 Guarani
2000 – Corinthians : Corinthians 2x0 Internacional Limeira
2001 – São Paulo : Corinthians 3x3 Rio Branco
2002 – Corinthians : Ituano 2x0 Corinthians * supercampeonato
2003 – Ituano : Ituano 2x1 Ponte Preta *
2004 – Corinthians : Atlético Sorocaba 2x2 Corinthians
2005 – São Caetano: São Caetano 1x0 Ponte Preta
2006 – São Paulo : São Paulo 0x1 Juventus (A1xA2) [Jan 25]
2007 – Santos : Barueri 1x2 Santos (A2xA1)
2008 – Santos : Portuguesa 2x0 Santos (A2xA1)

Campeões : 6 vitórias, 10 empates e 4 derrotas