segunda-feira, 9 de junho de 2008

BRASILEIRÃO EM PAUTA - Por Rodrigo Curty

A quinta rodada do Brasileirão, da Série A, apresentou algumas surpresas, e nem todas foram agradáveis. Vamos aos destaques do Brasileirão.

No sábado, o São Paulo para alegria de seus torcedores, voltou a jogar bem, e goleou o Atlético MG, até então invicto na competição por 5x1, com direito a gols de fora da área. Agora é saber se a pressão sobre Muricy Ramalho dará uma trégua, após nova derrota.

Outro que conseguiu uma bela vitória no sábado foi o Flamengo. Um time jogando solto e sem medo de levar gols. A liderança na competição da tranqüilidade para Caio Júnior, que sabe que o time não pode se acomodar e muito menos achar que já ganhou.

Outra partida de sábado, o fraco time do Ipatinga não passou de um empate sem gols com o Náutico. Os dois devem abrir o olho.

Ontem a rodada marcou as lambanças da arbitragem e de alguns jogadores.

Em Recife, o Palmeiras estava irreconhecível. O time dirigido até sabe Deus quando, por Vanderlei Luxemburgo, sucumbiu para o time reserva do Sport, que poupou os titulares para a final da Copa do Brasil, contra o Corinthians.
A derrota por 2x0 ligou o sinal de alerta no alviverde que demonstrou ser um time que ainda precisa ser eficiente, e voltar a ser aguerrido como no Campeonato Paulista. Se não bastasse o time virou freguês dos pernambucanos. Nos últimos cinco jogos, foram quatro derrotas e um empate.

O Santos na estréia de Cuca foi muito mal. O Vitória mereceu vencer a partida, mesmo que por 1x0. O novo treinador terá problemas, mas acredita na evolução de sua equipe. Hoje a zona de rebaixamento é uma realidade.

Realidade também para o bom time do Internacional que não se acerta. A Portuguesa que parecia que iria perder mais uma no torneio teve uma reação maravilhosa na etapa final. Perdendo por 1x0, a equipe do técnico Vágner Benazzi que ganhou sobrevida, virou para 3x1 e conquistou a primeira vitória no Brasileirão.

A lambança da rodada começou em Curitiba. Na goleada do Furacão sobre o fraco time do Goiás por 5x0, o volante Amaral, após entender que o árbitro Paulo César de Oliveira marcasse uma falta, o mesmo colocou a mão na bola e daí foi marcado o pênalti. Presta atenção!!

O Vasco sofreu uma pressão absurda do Cruzeiro, no Mineirão. Sem uma tática adequada para conseguir chegar ao gol cruzeirense, a pressão foi tanta que o grande destaque do jogo foi o goleiro Tiago. Com direito a pegar o pênalti cobrado por Guilherme e depois o rebote, aos 26’, o goleiro, pegou a bola com as mãos, colocou no chão, e depois de alguns segundos pegou novamente a bola. Fato que fez o árbitro Wilson Souza de Mendonça, entender que houve retardamento do jogo, e por isso, marcou um tiro livre indireto. Foi aí, dessa forma que o volante Charles furou a barreira Tiago e deu a vitória justa ao Cruzeiro.

No Rio, o Botafogo voltou a vencer. Com o novo comandante Geninho no banco, o alvinegro com gols de Carlos Alberto e Lúcio Flávio, derrotou o Coritiba por 2x1.O Engenhão mostra ser, uma das forças do time no Nacional.

Em Porto Alegre, o Grêmio não tomou conhecimento do Fluminense, que atuou com os titulares, e venceu por 2x1. O tricolor carioca que pode ser campeão da Libertadores, precisa ficar esperto. Hoje é o lanterna e está cada vez mais distante dos líderes.

Termino com a Série B. O timão segue 100% e espera a consagração do semestre nessa próxima quarta-feira. O time de Mano Menezes pode até perder por 1x0, e mesmo assim será o campeão da Copa do Brasil. Promessa de um belo duelo. Na 5ªfeira eu conto.

Um abraço e boa semana à todos.