sexta-feira, 6 de junho de 2008

DE OLHO NA EUROCOPA 2008 – por Gustavo Cavalheiro

Chegou novamente uma boa oportunidade para acompanharmos como andam as seleções européias e redimensionar as forças futebolísticas do Velho Continente.

A 13ª Edição da Eurocopa traz na bagagem o grande equilíbrio na disputa, com seus 09 campeões históricos diferentes: Alemanha (72, 80 e 96); França (84 e 00); Rússia (60); Espanha (64); Rep. Tcheca (76); Holanda (88); Dinamarca (92) e Grécia (04).

A vantagem de contar com a sua torcida ao seu lado, é um fator facilmente mostrado nas Eurocopas, quando notamos que em TODAS as edições anteriores, o país anfitrião sempre chegou ao menos às semifinais do torneio.
Neste ano, Áustria e Suíça dividem a honra de receber aquele que não é o torneio continental de seleções mais velho do mundo (Copa América), mas sim o melhor torneio continental de seleções do “Planeta Bola”. Muitos analistas chegam a dizer que a Euro é uma “mini Copa do Mundo”, ou uma “Copa sem Brasil e Argentina”. Bobagem! Uma Eurocopa é por si só, um ótimo campeonato que em uma edição: constrói ou destrói mitos do tamanho de Beckenbauer, Cruijff, Platini, Van Basten entre tantos outros.

Nesta edição, sentiremos a falta da forte equipe da Inglaterra, que agora é dirigida pelo técnico Fabio Capello, que não se classificou para o evento final ao perder da Rússia de 2x1, classificando os russos e os croatas para o torneio.

Vamos conferir os grupos e seus destaques:

GRUPO A

Suíça: Tem a famosa defesa invicta da Copa do Mundo de 2006, mas é um time sem criatividade no meio campo e sem um ataque de qualidade.
Classificou-se por ser anfitriã.
Casa de Apostas: 12º pagando 29/1

República Tcheca: Futebol habilidoso, mas com uma geração envelhecida. Equipe utiliza demais os chuveirinhos para o gigante Klose.
Class.: 1º no Grupo de Alemanha, Irlanda, Eslováquia, P.Gales, Chipre e S.Marino
Apostas: 8º pagando 17/1

Portugal: Uma das preferidas no coração dos brasileiros pela direção do técnico do penta, Luís Felipe Scolari. Colocam no futebol de Cristiano Ronaldo as esperanças do primeiro título continental.
Class.: 2º no Grupo de Polônia, Sérvia, Finlândia, Bélgica, Cazaquistão, Armênia e Azerbaijão
Apostas: 4º pagando 8,5/1

Turquia: Tem como base o bom time do Fenerbahçe e ainda conta com boa parte da geração quarto-colocada na Copa Japão/Coréia.
Class.: 2º no Grupo de Grécia, Noruega, Bósnia, Moldávia, Hungria e Malta
Apostas: 15º pagando 51/1

GRUPO B

Áustria: Grande azarão da Euro, sonha em manter a escrita com uma chegada às semifinais, mas tem pouca bola para tal façanha.
Class.: Anfitriã
Apostas: 16º pagando 101/1

Croácia: O futebol sempre eficiente dos croatas passou como um trator sobre os ingleses na classificação. É uma boa aposta para as semifinais, de olho neles!
Class.: 1º Rússia, Inglaterra, Israel, Macedônia, Estônia e Andorra
Apostas: 7º pagando 15/1

Alemanha: Apontada como a principal favorita ao título, tem uma geração brilhante mas que ainda precisa se firmar no cenário do futebol, após o vice-mundial em 2002 e a decepção do terceiro-lugar, misturada à retomada do orgulho de se torcer pela seleção alemã, da Copa de 2006
Class.: 2º no Grupo de Rep. Tcheca, Irlanda, Eslováquia, P.Gales, Chipre e S.Marino
Apostas: 1º pagando 4,5/1

Polônia: Mesmo desacreditado, fez uma fase classificatória impecável. Tem o meio de campo muito jovem e hábil. Pode ser uma boa surpresa para a segunda-fase.
Class.: 1º no Grupo de Portugal, Sérvia, Finlândia, Bélgica, Cazaquistão, Armênia e Azerbaijão
Apostas: 14º pagando 15/1

GRUPO C

França: A vice-campeã mundial de 2006 está passando pelo processo de “troca da guarda” desde 2005 e ainda não acertou na mistura entre reservas de outrora com novatos ainda sem muita expressão.
Class.: 2º no Grupo da Itália, Escócia, Ucrânia, Lituânia, Geórgia e Ilhas Faroe
Apostas: 5º pagando 9/1

Itália: A atual campeã mundial tentará superar o desfalque de última hora do capitão Cannavaro e mostrar que é um time competitivo, mas também é capaz de apresentar um futebol um pouco mais vistoso que aquele apresentado no mundial.
Class.: 1º no Grupo da França, Escócia, Ucrânia, Lituânia, Geórgia e Ilhas Faroe
Apostas: 3º pagando 7,5/1

Holanda: Sempre apontado como um bom time, possui muito bons jogadores, mas ainda conta com os ecos da divisão racial que norteou os sucessivos vexames dos elencos dos anos 90 e resultou em fiascos atrás de fiascos.
Class.: 2º no Grupo da Romênia, Bulgária, Bielo-Rússia, Albânia, Eslovênia, Luxemburgo
Apostas: 6º pagando 13/1

Romênia: Outro país pouco badalado pela mídia, mas que fez uma excelente campanha de classificação, ficando a frente da própria Holanda. Este grupo é formado por dois times que fizeram a última final de copa e se encontraram na fase eliminatória da Euro, além de Romênia e Holanda que protagonizaram embates equilibradíssimos na classificação.
Class.: 1º no Grupo da Holanda, Bulgária, Bielo-Rússia, Albânia, Eslovênia, Luxemburgo
Apostas: 13º pagando 41/1

GRUPO D

Grécia: Atual campeã européia, dificilmente vai conseguir um bicampeonato. Um time que se superou ao máximo na última edição, mas não conseguiu montar uma reposição à altura nesses 4 anos, tornando-se mais fraco em algumas posições.
Class.: 1º no Grupo da Turquia, Noruega, Bósnia, Moldávia, Hungria e Malta
Apostas: 10º pagando 29/1

Rússia: Tem como base a equipe do Zenit, campeã da Copa de UEFA, e vem embalada para quebrar o jejum que já soma 38 anos desde a única Eurocopa vencida pela Rússia.
Class.: 2º no Grupo da Croácia, Inglaterra, Israel, Macedônia, Estônia e Andorra
Apostas: 9º pagando 21/1

Espanha: A eterna promessa do futebol mundial, vem para mais uma Eurocopa com a cobrança e a pressão de um povo louco por futebol. Deposita em Fernando Torres as fichas para deixar de ser o time do “Quase”.
Class.: 1º no Grupo da Suécia, Irlanda do Norte, Dinamarca, Letônia, Islândia e Liechtenstein
Apostas: 2º pagando 6,50/1
Fonte das apostas: sportingbet