segunda-feira, 26 de abril de 2010

ELEMENTO SURPRESA - Por Rodrigo Curty

E a bola rolou pelas finais dos campeonatos regionais. E hoje dia do goleiro conto um pouco o que ocorreu na rodada.
No Rio Grande do Sul, o Grêmio conseguiu um ótimo resultado contra o Internacional, em pleno Beira-Rio. Vitória por 2x0, com um elemento surpresa chamado bola parada. Elemento este que fez dois ex tricolores paulistas fazerem a festa no mar vermelho dos Colorados. Rodrigo e Borges podem ter entrado pra história do tricolor gaúcho, disse podem porque no Olímpico o Inter tem time pra reverter este cenário.
No Campeonato Mineiro, a surpresa foi o atacante Muriqui, autor de dois gols na vitória de virada do Galo por 3x2 sobre o bom e valente time do Ipatinga. Resultado este que deixa o time comandado por Vanderlei Luxemburgo bem perto do 40° caneco do estadual.
Nos outros estaduais pelo Brasil, deu Vitória no primeiro duelo com o rival Bahia, Atlético GO contra a surpresa Santa Helena, Avaí contra o Joinville, mas o grande destaque foi a final paulista.
No Pacaembú lotado o favorito Santos sofreu mas venceu o Santo André. O Ramalhão bem que tentou, em alguns momentos foi até melhor do que o Peixe, mas o fim do primeiro tempo acabou sendo um ponto decisivo para a equipe do ABC. Na primeira etapa a equipe de Dorival JR saiu derrotada por 1x0, mas bastou uma chamada para que Robinho e Cia voltassem a encantar.
O Santo André deu espaço, voltou recuado, e esta postura contra a máquina de fazer gols foi crucial. Com Paulo Henrique Ganso solto, quem fez a festa foi o elemento surpresa André. O artilheiro santista saiu do banco, por causa da auto-contusão de Neymar e abriu o caminho pra virada. Não demorou muito e outro jogador brilhou. Não foi nem Robinho, nem Ganso e nem Marquinhos, quem salvou o time da Vila foi o volante e meia Wesley que marcou duas vezes. O jogo foi eletrizante, mesmo com dez jogadores o Santo André pressionou e conseguiu com Rodriguinho fechar o placar em 3x2. Difícil a reversão do placar, mas o futebol nos mostra a cada dia que ninguém vence de véspera.
Até a próxima!!