quinta-feira, 16 de setembro de 2010

LIDERANÇA AMEAÇADA - Por Rodrigo Curty

E o Brasileirão segue bem equilibrado e cheio de surpresas. Ontem as partidas da 22ª rodada foram emocionantes e repletas de situações inusitadas que deixaram claro que a liderança do Fluminense está mais do que ameaçada, e que seguidos vacilos dos times que jogam em casa podem custar caro no final do torneio.
No Olímpico, o Grêmio tinha o apoio do torcedor e comemorava os 107 anos de vida. Aniversário este que teve um intruso afiado. Falo de Marcos Assunção. O volante do Verdão fez um belo gol de falta e deu um cruzamento açucarado para Ewerthon ampliar. O tricolor ainda descontou mais era tarde. Noite para o gremista apagar da memória.
O Santos quase foi surpreendido. O Atlético GO abriu 2x0, mas o Peixe foi mais forte que o Dragão. Virou para 4x2, porém deixou claro uma coisa para o torcedor. Neymar está deslumbrado e sem controle emocional. O atacante xingou o comandante Dorival Jr, após ser impedido de cobrar o penâlti, que diga-se de passagem foi bem batido por Marcel. Baixa bola Neymar, caso contrário de promessa de craque você vai virar o mala dos gramados.
E o Goiás? Ontem, o Esmeraldino atropelou o Botafogo. 4x1 fora o baile. O resultado dá moral para sair da degola, mas é bom ter os pés no chão. Pés estes que o Glorioso não soube administrar. De qualquer forma, o elenco tem que se acalmar e saber que tem muita coisa pela frente e que outros também tropeçarão.
Outro que buscava uma vitória para chegar de vez perto da liderança foi o Cruzeiro. A Raposa quase colocou tudo a perder. Vencia o Guarani por 2x0, cedeu o empate, mas soube ter calma para fechar o placar em 4x2, e de quebra chegar aos 40 pontos e na terceira colocação. Olho neles torcedor.
A alegria do cruzeirense foi ainda maior, pois seu maior rival, o Atlético MG perdeu mais uma. 2x1 para o xará do Paraná. O furacão sonha com vôos maiorers, e o Galo com a sobrevivência na elite do futebol brasileiro.
Já em Presidente Prudente, o time da casa bem que tentou, mas não conseguiu segurar a vontade e determinação do Flamengo que voltou a vencer após sete partidas, e viu o ataque voltar a funcionar depois de mais de 1000'. Diego Maurício salvou o rubro-negro, que teve uma certa colaboração da arbitragem que entendeu que Pimenta, atacante do Prudente tirou a camisa na comemoração de seu gol, e por isso levou o segundo amarelo.
No Barradão, Vitória e Ceará fizeram uma partida sem emoções. No fim o enjoado 0x0 ficou melhor para os cearenses que ocupam a 11ª colocação.
Por fim, na partida considerada uma final antecipada deu Corinthians. Mais equilibrado e sabendo baixar o ímpeto do Fluminense, o Timão conseguiu uma importante vitória de 2x1, com gols de Jucilei e Iarley, e Washington descontando.Ambas as equipes estão com 41 pontos, mas o tricolor tem um ponto a mais e definitivamente não se acerta em casa já que perde pontos importantes e que provavelmente farão falta lá na frente, e fora isso, tem o tradicional clássico FlaxFlu no domingo para se reabilitar ou cair de vez. O alvinegro, por sua vez, deve ter humildade e não deixar o triunfo subir a cabeça.
Hoje mais duas partidas fecham a rodada. O São Paulo encara o Internacional no Morumbi, e promete garra e determinação e jura que não tem clima de revanche pela eliminação nas semifinais da Libertadores. Já o Colorado espera surpreender mais uma vez e entrar de vez na briga pelas primeiras colocações.
Em São Januário, o Vasco recebe o Avaí do comandante Antônio Lopes que retorna ao estádio onde viveu momentos de glória. Jogo com cara de empate. Depois eu conto.
Um abraço e até a próxima!!