quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

NEM LARRI SALVA - Por Rodrigo Curty

O ATP de Auckland teve mais uma baixa brasileira. O tenista número 1 do país, Thomaz Bellucci caiu nas quartas de final do torneio que é disputado na Nova Zelândia. O curioso é que o tenista, após receber duras críticas no ano passado reclamou do nível técnico dos treinadores da modalidade no país. Para quem não se recorda, Bellucci afirmou que os profissionais aqui não conseguem dar sequência na formação dos atletas, salve exceções, como por exemplo, seu novo comandante, o campioníssimo e competente Larri Passos, que ao lado de Gustavo Kuerten, o eterno Guga, fez história.
Bellucci até que mudou seu jeito de jogar, parece mais concentrado, acreditando mais no saque, no preparo físico, mas às vezes a falta de concentração, afobação, e talvez falta de confiança o atrapalhou contra o colombiano Santiago Giraldo que venceu por 2 sets a 0, parciais de 6/2 e 6/4, em apenas 1h18m29s.

Atualmente, o tenista de Tiête é o 31º do ranking. Começou bem o 1º ATP do ano, passou pelo espanhol Tommy Robredo, que é número 51 do mundo, por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 3/6 e 6/1.
O momento agora é de paciência, mas se a coisa não melhorar nos próximos torneios, Bellucci poderá ser questionado de que nem Larri Passos o salvou. Será?
Até a próxima!!