terça-feira, 19 de julho de 2011

HONRAR A CLASSE - Por Rodrigo Curty

E hoje será a vez do Uruguai, único das consideradas favoritas ao título da Copa América espantar a zebra presente na Argentina. Depois da queda da anfitriã, Brasil e Chile cairem, resta saber se a Celeste vai seguir viva.

Nas quartas-de-final, o time liderado pelo craque Diego Forlán venceu brilhantemente a Argentina nos penâltis. Agora, nas semifinais encara o surpreendente Peru, que eliminou apesar do placar de 2x0, de forma heróica a Colômbia. A Seleção que já teve seus momentos históricos como na Copa de 70 e 78 quer mais. Será que dá? Sinceramente, eu aposto na vitória uruguaia, apesar da forte marcação e catimba que terão pela frente.

Vale lembrar que na fase classificatória, em San Juan deu empate de 1x1 entre as equipes, mas na história do confronto dá Uruguai com folga - 36vitórias e apenas 16 derrotas. Oscar Tábarez, treinador uruguaio sabe que pra sua equipe provar que não foi à toa que chegou até aqui, e muito menos entre os quatro melhores do Mundo, na Copa da África, terá que ter os pés no chão e jogar bola. A última vez que a Seleção chegou tão perto do título foi em 1995, justamente no Uruguai. Agora o maior detentor de títulos no torneio junto com a Argentina, ambas com 14 conquistas quer liderar sozinha. Alguém dúvida? Eu não!

Amanhã será a vez da também surpreendente Venezuela medir forças contra a algoz do Brasil, Paraguai. Deve ser um jogo bastante disputado.

Até a próxima!