segunda-feira, 24 de outubro de 2011

CORAGEM DE CAMPEÃO - Por Rodrigo Curty

E a bola parou pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Agora restam apenas sete rodadas para conhecermos o campeão, os representantes dos torneios internacionais, e claro, os rebaixados para Série B, em 2012. O campeonato agora tem a tendência de ser mais vontade do que técnica. Os times provavelmente vão entrar em campo pra vencer, sem medo de perder, pois nem o empate interessa mais. Então que vença o melhor.

O destaque desta rodada foram novamente os visitantes. Na turma de cima, por exemplo, Fluminense, Flamengo e São Paulo se deram mal como mandantes. Já os visitantes Corinthians e Vasco foram bem. O Botafogo perdeu mais uma, e diga-se de passagem para uma equipe que quer realmente ficar na elite, no ano que vem. O Avaí se fechou antes do duelo para vencer seis das últimas oito rodadas, será que dá?

Outro que sonha com a permanência é o Atlético MG. A vitória sobre o tricolor carioca foi bastante comemorada, porém já esquecida. O mesmo serve para o rival Cruzeiro, que após estar atrás do placar, por duas vezes, virou para 3x2 contra o bom time do Atlético GO.

Já o Corinthians perdeu a liderança. É bem verdade que poderia ter sido pior, uma vez que o Internacional, antes de levar o empate nos minutos finais, contava com um jogador a mais. Quem não faz leva Colorado.


O São Paulo tropeçou novamente no Morumbi. Empate sem gols contra o Coritiba. É bem verdade que não foi por falta de luta, mas a pontaria, bem deixa pra lá. É aguardar pra ver se o recém contratado treinador, Leão dará jeito nas partidas finais. Não penso que foi a melhor aposta, mas o tempo me dirá.

O tempo me dirá também se o Flamengo mudará seu jeito de jogar. Parar de ser um time estilo inglês, com insistência de cruzamento sem qualidade na área e ser mais agressivo e corajoso, chutando de fora da área. O empate de 1x1 contra o Santos desanimou os torcedores.

Ainda no Rio de Janeiro, quem está bem feliz é o vascaíno. De volta a liderança, o Vasco mostrou como uma equipe pode ser campeão nesta equilibrada competição. Os comandados de Cristovão não tomou conhecimento do Bahia. 2x0, fora o baile. O treinador ousou ao escalar Diego Souza como atacante. Mas de inventor, saiu como estudioso e sortudo. A reta final vascaína é complicada, mas se manter o espírito de jogar sem medo de vencer, é bem provável que pape também esta taça.


O líder fez a sua parte e trouxe um entendimento de que o campeonato agora tem como tendência ser mais vontade do que técnica. Os times provavelmente vão entrar em campo pra vencer, sem medo de perder, pois nem o empate interessa mais. Então que vença o melhor.


Até a próxima!