sábado, 18 de fevereiro de 2012

A CONFIRMAÇÃO DOS GRANDES - Por Rodrigo Curty

E depois de muito sofrimento dos grandes clubes do Rio de Janeiro, com exceção do Cruzmaltino, as semifinais serão representadas pelo quarteto.
No Grupo A, por pouco o Resende não estraga a festa de Flamengo e Botafogo. O rubro-negro encarou o time do interior e venceu por 3x1, de virada. Agora os comandados de Joel Santana pegam o rival Vasco da Gama, o melhor time do campeonato com 100% de aproveitamento, após vitória sobre a surpresa Boavista por 1x0.
No Grupo B, o Fluminense sofreu até esta última rodada, mas conseguiu confirmar a presença com a vitória de 3x0 sobre o Bangu. O tricolor terá o campeão do Grupo A, Botafogo pela frente. O Glorioso passou pelo Macaé também pelo placar de 3x0.
A expectativa agora é para que o Engenhão finalmente fique lotado e traga o interesse da torcida. Isso é possível, pois o campeão já se garantirá na final do Cariocão e terá tranquilidade para dar atenção ao campeonato que vale mais neste semestre. Falo da Libertadores da América, caso de Vasco e da dupla FlaxFlu e da Copa do Brasil, caso do Botafogo.
Por se tratar de clássico não se pode arriscar um favorito, porém pode-se fazer a leitura dos representantes. O Vasco, por exemplo busca o título que não vem desde 2003. Apesar da excelente campanha, o clube atravessa problemas internos com jogadores, salários atrasados, mas honra com as obrigações. O Flamengo aos poucos ganha a cara de Joel Santana. Confia no rendimento de R10 e Vagner Love para buscar o Bi-campeonato. O duelo ocorre na quarta-feira de cinzas.
Do outro lado, o considerado melhor time do Rio, aos poucos encontra a melhor formação. Abel Braga tem um belo time titular e ótima opção no banco de reservas, mas precisa trabalhar bem o emocional e vaidade do plantel. O tricolor não vence um clássico carioca, desde 2010. A última vitória foi contra o Vasco, gol de Tartá. De lá pra cá foram onze partidas. Já o Botafogo é considerado o patinho feio, mas tem um belo meio-de-campo e um ataque que normalmente não vacila. Herrera voltou a titularidade, não para de fazer gols, e de quebra devolveu a paz para Oswaldo de Oliveira trabalhar.5ªf apenas um vai sorrir no final dos 90 minutos.
Faça a sua aposta pra quem decidirá a final da Taça Guanabara.
Até a próxima!