quinta-feira, 26 de abril de 2012

PRA FESTEJAR EM CASA - Por Rodrigo Curty

E o inacreditável para muitos aconteceu. A tão esperada final entre o Barcelona e o Real Madrid vai ficar pra próxima. Se o melhor do mundo tropeçou na tarde de ontem contra o Chelsea, hoje foi a vez do maior vencedor da Copa dos Campeões sucumbir. José Mourinho, Cristiano Ronaldo e cia não tiveram a calma pra derrotar o frio e calculista Bayern de Munique, em pleno Santiago Bernabéu.


O Real Madrid começou arrasador. Em menos de 15', graças a sua maior estrela Cristiano Ronaldo já vencia por 2x0, mas parece que a crise na Espanha não se baseia hoje apenas na economia, mas também nos gramados. Não podemos achar que foi falta de luta, sorte, azar, mas sim a sempre e importante nas horas decisivas competência. A equipe alemã, além disso foi guerreira, sábia e como sempre obediente. Sem se afobar e nunca desistir achou um gol ainda na primeira etapa.

Os merengues tinham ainda toda a segunda etapa pra marcar o gol da classificação, porém tinha pela frente o paredão alemão Neue que não se precipitava nas bolas paradas e de fora da área. Desorganizado, o Real contava com Casillas também em um bom dia.O Bayern foi sempre um time perigoso, mas não definia na última bola, isso sem falar que venceu o jogo nos detalhes. Parou o meio espanhol com excelente atuação do brasileiro Luiz Gustavo e de seus laterais.

Sem gols na segunda etapa vem a prorrogação e o jogo estudado se manteve, o nervosismo e o medo de perder. Era nítido o comportamento de ambos. Levar a partida para as penalidades onde aí brilhou a estrela do arqueiro alemão. Neur pegou dois pênaltis: O de Cristiano Ronaldo o de Kaká. Casillas, por sua vez também pegou dois, mas não adiantou, afinal Sergio Ramos em sua cobrança, isolou a bola.

Final de jogo. Bayern de Munique classificado e agora terá o apoio de seu torcedor no dia 19/05, em Munique, no belo Allianz Arena.

Até a próxima!