segunda-feira, 18 de novembro de 2013

A DURA MATEMÁTICA - Por Rodrigo Curty

O Campeonato Brasileiro, Série A está em sua reta final. Agora só restam três rodadas e com ela a emoção dos times que lutam pelas últimas vagas da Libertadores e os que sonham em se manter na Elite. Em pontos corridos não há como prever nada, mas a única certeza é que o sobe e desce será emocionante e surpresas antes inesperadas podem ocorrer.
O Coritiba, por exemplo seria um dos times rebaixados, caso o torneio terminasse hoje. O Coxa chegou a liderar o certame e sempre foi visto como um time ajustado e bem organizado pelo meia Alex.Agora com apenas 41 pontos precisa vencer pelo menos dois dos três jogos que restam.(Internacional(F), Botafogo (C) e São Paulo(F). Missão complicada para o estreante Tcheco no comando.
Ainda fora da zona, mas sempre assombrado pelo fantasma estão Bahia e Portuguesa.O primeiro chegou aos 42 pontos, joga duas em casa, sendo dois confrontos diretos. A própria Lusa e o Fluminense. Depende de si para se salvar. O time paulista joga duas seguidas fora. Encara o Bahia e depois a Ponte Preta. No fim joga tudo contra o Grêmio. Missão teoricamente ingrata para quem tem 44 pontos e joga por apenas mais uma vitória.
O Criciúma deu uma arrancada fenomenal. Já são três vitória seguidas e com 42 pontos aposta tudo nas duas partidas seguidas que fará em casa contra Vitória e São Paulo. No fim sai para encarar o Botafogo.
Já dos considerados intocáveis, o Internacional com 45 pontos recebe o Coritiba e depois sai para pegar o Corinthians e finalizar a participação contra a Ponte Preta.
O Flamengo também com 45 pontos mede forças contra o Corinthians no Maracanã, depois encara o Vitória fora e finaliza a sua permanência ou não contra o campeão Cruzeiro no Maracanã.
Os rivais estão com situações bem mais complicadas. O Fluminense que passou de forma heroica contra o São Paulo vai visitar o Santos, depois recebe o Atlético MG e decide a vida contra o Bahia fora.
Já o Vasco tem uma missão complicada. O Cruzmaltino com apenas 38 pontos precisa vencer os três compromissos. O primeiro contra o Cruzeiro, em casa, depois também em seus domínios contra o Náutico e no fim passar pelo Atlético PR, no Durival de Britto.
A Ponte Preta é outra que apesar de reconhecer a missão difícil que tem pela frente, aposta no fator casa e combinações de resultados para se salvar. A Macaca recebe seguidamente no Moíses Lucarelli o Grêmio e depois a Portuguesa.
Bem, faça a sua aposta e no final a gente vê o que dá. 
Até a próxima!