segunda-feira, 28 de abril de 2014

O VERDADEIRO FLUMINENSE - Por Rodrigo Curty

E o final de semana esportivo contou com a segunda rodada do Brasileirão, série A e com ela algumas dúvidas, certezas e surpresas.
O sábado foi péssimo para os paulistas. O Santos jogando fora contra o Coritiba não saiu do zero. O time definitivamente não consegue se acertar, mas calma torcedor, toda renovação causa preocupação, mas com tempo pode dar um "caldo".
Já o Palmeiras jogando no Pacaembu caiu diante do Fluminense por 1x0. O resultado não agradou a torcida palestrina que se mostrou preocupada com os bastidores do clube que manteve a novela Alan Kardec sem um final feliz, uma vez que o atacante defenderá o rival São Paulo e pela deficiência do elenco para um longo ano de centenário. A política dos pés no chão me agrada em qualquer clube brasileiro, mas a falta de um nome para dar sequência no que o atacante vinha fazendo é o que não pode ocorrer no Palmeiras. Henrique, ex Portuguesa de Desportos chegou e promete fazer história, será? Vamos aguardar.
Do outro lado, o tachado por praticamente todas as torcidas adversárias como o "Rei do Tapetão", o tricolor carioca é outro nas mãos de Cristovão Borges. O time agora faz gol e não leva, de quebra conta novamente com um Fred disposto, jogando para a equipe e com Conca e Sóbis voando. O time lidera tranquilo o certame com duas vitórias, mas sabe que falta muita água para correr debaixo da ponte. O fato é que esse é o verdadeiro Fluminense que todos sempre colocam como favorito ao titulo.
Quem corre por fora para variar é o Internacional. O Colorado parece mais calejado do que nos últimos anos em decepcionou a torcida. Mais maduro, porém com os velhos apagões. Foi assim no empate por 2x2 com o preocupante, mas renovado Botafogo com o imortal Emerson, após estar na frente por 2x0, em pleno Maracanã.
E o Cruzeiro? A Raposa quer manter o título, mas se jogar o que vem jogando e, pior falhando sempre nas bolas cruzadas como no empate por 1x1 contra o São Paulo, no apagar das luzes, a tendência é que fique no máximo com uma das vagas da Libertadores. O plantel é o mesmo, algumas peças chegaram e Marcelo Oliveira sabe como lidar com a pressão, a questão será ver como a equipe lidará em caso de eliminação do torneio continental. Que venha o Cerro Porteño.
No restante dos competidores, destaque para o Corinthians que mesmo atuando abaixo do que se espera passou pelo Flamengo por 2x0, em partida de péssima arbitragem de Leandro Vuaden, e que teoricamente dá adeus do Timão no Pacaembu. Outro que venceu após três derrotas seguidas foi o Grêmio. O Imortal com reservas contra os também reservas do Galo venceu por 2x1 e se motivou ainda mais para buscar a vaga nas quartas da Libertadores contra o San Lorenzo. Olho neles.
Em relação as equipes catarinenses, o que resta é a preocupação. O Figueirense foi novamente derrotado, desta vez por 2x0 para o Bahia, o Criciúma não segurou a pressão do Goiás e perdeu por 1x0, já a Chapecoense foi derrotada pelo Sport por 2x1 e namora o Z4.
Na Bahia, o Vitória vencia por 2x0 e cedeu o empate ao Atlético PR. Que fase do Nego e de Ney Franco.
A rodada segue no próximo final de semana. Boa sorte a todos e depois eu conto.
Até a próxima!