quinta-feira, 9 de outubro de 2014

INTER É HUMILHADO NO SUL - Por Rodrigo Curty

E o Internacional provou mais uma vez que o torneio de pontos corridos não é o seu forte. O Colorado, que com a derrota do Cruzeiro, buscava a aproximação, foi humilhado pelo Chapecoense.
Longe de ser o dono da verdade, mas já havia dito antes que poderia ser quem fosse jogando na Arena Condá que não teria jeito, o Verdão do oeste sabe que para se manter na elite, terá que no mínimo vencer as partidas em sua casa.
E o duelo desta quinta-feira foi eletrizante e entrou para a história. O estádio recebeu seu maior público na competição. A torcida Colorada que encheu sua parte nas arquibancadas não acreditou no que viu. O time de Abel Braga levou a sonora goleada de 5x0, fora o baile e, agora terá que se remontar para não dar adeus também a Libertadores. Sim, essa é a minha opinião, uma goleada dessa não ocorre somente por apagões, mas também demonstra que o time segue com a sina de perder pontos na hora errada e sucumbir também diante dos favoritos.
Por mais que não se comprove, a torcida está cabrera com o técnico Abelão e alguns dirigentes. O time tem um plantel caro, forte e não mostra em campo tudo que se espera.
E olha que não é só o Internacional que não consegue embalar. O Fluminense também é outro. Seja por causa de salário ou corpo mole de alguns jogadores, ao certo mesmo é afirmar que Cristovão Borges é que paga e pagará sempre o pato. Desta vez, o tropeço foi contra o bem desfalcado Atlético MG, equipe essa que provou que pode chegar sim entre os quatro melhores do torneio, uma vez que tem elenco homogêneo e experiente.
É bem verdade também que em um torneio que o nível entre os clubes é bem similar, a experiência não é tudo. Prova disso é o time do Santos. Enderson Moreira faz bela campanha à frente do Peixe. O time embalou uma boa sequência e a Libertadores é cada vez mais uma realidade. Leandro Damião fez o gol da vitória de 1x0 sobre o Bahia.
Até a próxima!