segunda-feira, 6 de outubro de 2014

DOMINGO FOI DIA DE ELEIÇÃO - Por Rodrigo Curty


O domingo no Brasil não teve a bola rolando pelos gramados, como já é de costume, afinal o dia 05/10 foi marcado pelas eleições do Oiapoque ao Chuí.
Pelo Brasileirão, série A, o que vimos foi uma rodada com muitas surpresas. O Palmeiras, por exemplo, conseguiu uma bela virada de 4x2 sobre o time do Chapecoense. No sábado, equipes favoritas tropeçaram em casa. O Flamengo chegou a quinta partida sem vencer no torneio. Perdeu para o Santos por 1x0, em pleno Maracanã lotado. O mesmo aconteceu com o Grêmio. O tricolor gaúcho foi derrotado pelo São Paulo pelo mesmo placar. O time paulista ainda acredita em voos maiores, mas a regularidade pede um pouco de pés no chão.
O Fluminense também tropeçou. Vencia o Bahia, em Brasília e cedeu o empate. O time baiano faz uma campanha maravilhosa no segundo turno e aparentemente parece que conseguirá se salvar da degola.
O mesmo não serve para o Coritiba,  apesar da importante vitória sobre o Atlético PR, no clássico do alto da Glória. No caso do Vitória, o discurso é o mesmo. Venceu bem o desesperado e desmantelado Botafogo por 2x1, mas deve sucumbir até o final.
O Atlético MG buscava se aproximar ainda mais das primeiras colocações, porém encarou um Criciúma motivado. Jogar no Heriberto Hulse já não é fácil, e na situação atual do time da casa, pior ainda. Vitória de 3x1, fora o baile. O Tigre também não terá moleza para seguir vivo na elite.
O Goiás fez bem a lição de casa. Passou com um magro, mas importante placar de 1x0 sobre o também à perigo Figueirense. As duas equipes não conseguem emplacar uma sequência de vitórias.
Já o Corinthians provou que em sua arena quem manda é ele. O Timão encarou o Sport Recife e venceu por 3x0, jogando bem. A questão é saber se finalmente o time conseguirá triunfar fora de seus domínios. A torcida exige a participação na Libertadores.
O mesmo serve para o Internacional. Time de melhor campanha no returno encarou o Cruzeiro, na arena Mineirão. Era uma decisão. Uma vitória colocaria o Colorado de vez na briga pelo título, mas o time mineiro provou que quando a corda aperta, eles provam porque são os favoritos. Vitória de 2x1, pênalti perdido e a tranquilidade para queimar muita gordura ainda. A Raposa só perde o título para ela mesma, será? Vamos aguardar.
Até a próxima!