segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

O MELHOR DOS MELHORES - Por Rodrigo Curty


E hoje é o grande dia para a FIFA, afinal de contas o melhor jogador do mundo será conhecido em Zurique. Se a mídia fará diferença nessa escolha não dá para saber, mas que deve pesar, ninguém dúvida, assim como as amizades e política de quem vota com os votados. Manuel Neuer, Lionel Messi e Cristiano Ronaldo. Quem é o melhor? Sinceramente, eu acho essa escolha uma besteira, pois como já colocado acima, sempre haverá controvérsias nos escolhidos e, principalmente por serem sempre jogadores no futebol europeu já que é lá que as atenções estão voltadas.

O fato é que o português está na preferência das casas de apostas e nas redes sociais. De fato, a bola de ouro ficaria em ótimas mãos. CR7 só não fez chover na temporada passada quando ajudou e muito sua equipe a levantar a décima taça da Copa dos Campeões. Assim, se a Copa do Mundo ficou a desejar, isso foi um pequeno detalhe.
Já Lionel Messi está acostumado com o prêmio e mesmo o Barcelona não ter sido o que se esperava, a camisa 10 do argentino para variar fez história no espanhol e de quebra foi eleito o craque da Copa do Mundo, sinceramente sem merecer, mas talvez para justificar a derrota nesta tarde.  
Por fim não podemos esquecer do camisa 1 Neuer. O arqueiro fez uma ótima Copa, defende como ninguém a meta do Bayern de Munique e pode conseguir a proeza inimaginável, principalmente por declarar que o negócio dele não é aparecer para mídia e sim para quem avalia os craques em ação.
A festa de gala também contará com outras importantes premiações como a escolha do melhor técnico. Disputam a categoria masculina Carlo Ancelotti (Real Madrid), Joachim Löw (Alemanha) e Diego Simeone (Atlético de Madrid). O italiano parece ter reencontrado a fórmula de sucesso do time merengue. O alemão foi campeão do mundo e já provou sua competência. Já o argentino conseguiu a proeza de recolocar o maior rival merengue nas manchetes e provou ser um grande treinador.
No futebol feminino, disputam o prêmio Maren Meinert (Alemanha sub-20), Norio Sasaki (Japão) e Ralf Kellermann (Wolfsburg).
É no feminino também que está a torcida brasileira. Apenas para variar teremos na categoria melhor jogadora do mundo, a atacante Marta, que disputará com a alemã Nadine Kessler e a americana Abby Wambach . A expectativa é que Marta levante a sexta Bola de Ouro. Anteriormente levou para casa os prêmios de 2006, 2007, 2008, 2009 e 2010.
O Prêmio Puskás que vai para o jogador responsável pelo gol mais bonito do ano, disputam o holandês Robin van Persie, o colombiano James Rodríguez e a irlandesa Stephanie Roche.
Encerra a premiação, a seleção do ano que é escolhida por profissionais de todo o mundo. Pelo incrível que possa parecer o Brasil poderá ter na equipe os nomes de Daniel Alves, David Luiz, Filipe Luís, Thiago Silva e Neymar.
Vamos aguardar! Sucesso a todos que disputam o prêmio e parabéns!
Até a próxima!