domingo, 14 de fevereiro de 2016

DERROTA NÃO DEVE PESAR PARA SÃO PAULO E FLAMENGO - Por Rodrigo Curty

E mais uma vez a dupla alvinegra Corinthians e Vasco da Gama se deram melhor contra São Paulo e Flamengo. A questão que fica é, isso deve influenciar no trabalho dos derrotados para a temporada?
Ora, é claro que mesmo sabendo que a maioria não se importa ou se diz não importar com o que ocorre nos Estaduais, é claro que quando se joga um clássico, ninguém aceita perder.
O Tricolor não sabe o que é vencer o seu maior rival no Itaquerão. Foi alvo de um vexame histórico no Brasileirão e até hoje vive com esse problema. Para o Timão, a vitória trouxe a certeza que o time se desenvolve bem, após as perdas e pode sim render, pelo menos no Nacional, mesmo que a Libertadores que importe para os cofres e torcida.
A derrota serve de alerta ao São Paulo. A zaga é realmente fraca, mas tudo indica que Edgardo Bauza dará um jeito. Resta saber se a paciência se fará presente. O time, mesmo que praticamente o mesmo de 2015 ainda é bastante confuso. Os reforços estão chegando aos poucos, por exemplo na frente com Calleri,  Kieza e Kelvin, o problema não será tanto. 
Já no Rio, o rubro-negro não sabe o que é vencer o rival há sete jogos( 5 derrotas e 2 empates). Isso incomoda demais a Nação, mas que ao mesmo tempo tira onda, uma vez que ainda se sobressai nos confrontos diretos. Muricy Ramalho ainda não encontrou o time ideal e precisa urgentemente trabalhar a parte física de sua equipe. Apesar da derrota por 1x0, o time leva poucos gols. O foco principal não pode e nem deve ser o estadual, A resposta positiva deve ser dada na 1ª Liga e na Copa do Brasil, isso sem contar uma melhor participação no Brasileirão.
O time se reforçou bem e tende a ser uma das grandes forças da temporada. No caso do Cruz-Maltino, o foco é a Série B. O time é experiente e dará conta do recado. Hoje seus torcedores e seu presidente, Eurico Miranda riem à toa, mas também sabem que o tabu existe para ser quebrado e talvez, isso seja possível apenas no ano que vem, caso os times não se encontrem mais na frente no regional ou na Copa do Brasil. É aguardar para ver.
Até a próxima!