terça-feira, 5 de abril de 2016

SÃO PAULO JOGA BEM E RENASCE NA LIBERTADORES - Por Rodrigo Curty

E finalmente para o torcedor do São Paulo uma ótima notícia - O Tricolor fez a sua melhor partida no ano, goleou e reacendeu a esperança de dias melhores para o clube.
O jogo, no "novo" Morumbi foi contra o Trujillanos(Ven) pela quarta rodada da fase de grupos da Libertadores da América. A goleada de 6x0 com destaque especial para o atacante argentino Calleri foi visto por menos de 20 mil pagantes. 
O motivo do estádio vazio é simples - O time não passa confiança, é confuso, sofre com problemas internos e, por isso não tem o apoio esperado de seu torcedor, que sobretudo é um apaixonado e trata esse torneio de modo especial.
O placar desta noite pode ter sido um divisor de águas, assim, por que não acreditar que as coisas agora tendem a mudar? Ora, longe de acreditar que a goleada faça do Tricolor um "esquadrão", afinal o time venezuelano é talvez, um dos piores da competição, porém mesmo com a obrigação de vencer, era necessário convencer, e isso ninguém pode questionar.
Edgardo Bauza não é e nunca foi unanimidade. Com o comandante, o time se distanciou dentro e fora das quatro linhas, as invenções e insistências com alguns jogadores e nas substituições não estavam dando os resultados esperados.
Pois bem, a formação da partida de hoje provou que quando se tem um time mais perto e com jogadas rápidas, as chances aparecem na frente e a defesa não fica tão desguarnecida. Ganso foi novamente um ponto importante. O meia jogou recuado, justamente para abastecer o "criticado" Michel Bastos e os laterais nas jogadas de fundo. 
Por mais que o placar não deve ser considerado como parâmetro para os próximos duelos, pelo menos ameniza o clima. O grande duelo será contra o River Plate, na semana que vem, novamente no Morumbi, mas é importante ressaltar que esse pode chegar com três pontos de vantagem do Tricolor, e mesmo se derrotado, na última rodada recebe o frágil Trujillanos, enquanto o São Paulo decidirá a vaga contra dois adversários - o The Strongest e a altitude boliviana.
É aguardar para ver. Até a próxima!