terça-feira, 6 de setembro de 2016

SELEÇÃO BRASILEIRA VENCE A COLÔMBIA E RESPIRA - Por Rodrigo Curty

E mais uma vez a Seleção Brasileira voltou a vencer na Eliminatórias para a Copa do Mundo da Rússia. Desta vez, o adversário foi o bom time da Colômbia na bela Arena da Amazônia.
Os comandados de Tite não foram tão bem como na partida diante do Equador. O que importou foi a vitória e a presença definitiva no G4. 
O jogo não foi fácil nem com o gol relâmpago de Miranda, logo no primeiro minuto. Na primeira etapa o Brasil errou demais, errou nas jogadas de ultrapassagem, chamou os colombianos e precisou da "mão" do treinador Tite para sair vitorioso. 
Philippe Coutinho entrou na segunda etapa e mudou a característica da equipe. Nada contra William, porém o meia do Liverpool ao lado de Neymar e Gabriel Jesus nos dá esperança de que a Seleção Canarinho possa voltar a encantar com um futebol técnico e vibrante.
Neymar sem a braçadeira de capitão é muito melhor. O atacante que marcou novamente e é a maior estrela da equipe só precisa se acalmar. Às vezes exagera e isso pode atrapalhar ao levar cartões amarelos desnecessários e até mesmo uma expulsão. Marcelo na lateral esquerda prova que Dunga errou ao não convocá-lo, mesmo que eu também pense que tenha outros tão bons, quanto.
Aos poucos a Seleção Brasileira resgata o carinho e respeito de seu torcedor. A técnica é importante e aliada a raça e a vontade de vencer mais ainda.  
Muitos vão dizer que o Brasil só terá o respeito novamente quando encarar as consideradas Seleções de peso como Uruguai, Argentina e as da Europa. O que não pode esquecer é que Dunga em sua segunda passagem até certo ponto ficou invicto e "caiu" por decepcionar na hora que não podia. Coisas do futebol, e se nele vale o momento, o de Tite é espetacular. Que dure por longos anos e mude de vez o rumo do nosso futebol.
Até a próxima!