quarta-feira, 31 de maio de 2017

PALMEIRAS É DERROTADO E AVANÇA NA COPA DO BRASIL - Por Rodrigo Curty

E foram definidos mais cinco classificados para às quartas de final da Copa do Brasil. O torneio agora ficará ainda mais eletrizante. Juntam-se a Santos e Flamengo, as seguintes equipes: Atlético PR, Grêmio, Botafogo, Atlético MG e Palmeiras. Amanhã será a vez de Chapecoense e Cruzeiro decidirem a última vaga.
Sem menosprezar as outras partidas, mas hoje vou destacar a derrota que valeu a classificação do Palmeiras. De qualquer maneira vale sim o registro do belo trabalho realizado por Renato Gaúcho e Jair Ventura à frente de Grêmio e Botafogo, respectivamente. Essas equipes jogam um belo futebol e podem ir longe na temporada. Vamos aguardar.
No duelo do Beira-Rio, o Internacional precisava vencer o Palmeiras pelo menos por 1x0 para levar a decisão para às penalidades. Em caso de gol levado, teria que fazer mais dois de diferença. Enfim, para quem assistiu a partida percebeu que o Colorado foi bem diferente quando tinha Antônio Carlos Zago no comando. O time jogou sufocando os comandados de Cuca e só não fizeram o placar necessário porque a pontaria e a falta de atenção se fizeram presente.
É bem verdade que se o Palmeiras não passasse, muitos creditariam que seria pelo erro da arbitragem em não marcar penalidades que, por sua vez, fossem marcadas teriam reclamação do outro lado. Enfim, o fato é que o Verdão passou porque tinha que passar. Quis o destino que o fraco futebol apresentado fosse presenteado com uma das principais forças do esquema Cuca - a bola parada. E detalhe, em uma falta daquelas que nem sempre é marcada.
O placar de 2x1 para os donos da casa foi justo e resultou na terceira derrota seguida dos paulistas, o que já preocupa a torcida. Agora a tendência é que o Internacional ganhe o fôlego tão esperado para finalmente "voar" na série B e, com o comando de Guto Ferreira isso tem tudo para ocorrer.
Já o atual campeão brasileiro ainda ficará devendo por um tempo. Cuca chegou e o que mudou ao meu ver foi apenas o treinador. O time não joga com inteligência, apresenta muitas falhas, principalmente no setor defensivo e ainda não encontrou a melhor formação. Esse é um problema em ter um elenco enorme e com "certas" vaidades. 
É claro que o tempo fará o time jogar o esperado, a questão é a quantidade de jogos seguidos e a falta de um período para ajustes. Terá que arrumar com o "carro" em movimento. O Palmeiras tem tudo para crescer, resta saber se esse momento chegará em caso de pressão. A Libertadores é a meta principal e o Brasileirão precisa de regularidade. Fora isso, agora a Copa do Brasil não terá mais jogo relativamente fácil. Haja trabalho, paciência e resultados em curto prazo. Agora é a hora, não só do Palmeiras provar a sua grandeza, planejamento e investimento feito para a temporada. É aguardar para ver.
Até a próxima!