sábado, 8 de dezembro de 2007

DALE LANÚS!! - por Rodrigo Curty

Hoje vou escrever sobre um momento importantíssimo que rolou na terra dos nossos queridos Hermanos. O pedido foi do meu querido amigo, palmeirense e apaixonado também pelo futebol argentino, Emerson Prebianchi.

O time nascido em 03 de janeiro de 1915 na Argentina e de nome Clube Atlético Lanús conquistou um título inédito em sua história.

Mas antes de falarmos disso, vamos saber um pouco mais da história do Lanús?
O coração dos sulistas argentinos ganhava uma nova paixão no dia 07 de janeiro, quando se formou a primeira comissão diretora da entidade.

O objetivo dessa comissão era levar à população não só o futebol, mas também outros esportes como o tênis, croquet, tiro, natação, ginástica, esgrima, entre outros.

O início do profissionalismo do Lanús ocorre no mesmo ano em que a Argentina começou a praticar o esporte profissionalmente, em 1931.

Os primeiros anos não foram muito bons para o jovem clube do Sul, o Lanús. Em 1931, ocupou a 17ª colocação, em um campeonato que contava com 18 clubes. Nos anos seguintes ficou em 15º.

Em 1934 a recém formada “Associación Argentina de Football” decide diminuir a quantidade de times no torneio nacional, e as regiões tiveram então de unir seus clubes para formar um único time.

É aí que teve a junção da União Lanús com o C.A. Lanús e o Talleres de Escalada. No ano dessa união o time ficou em 12° lugar em um total de 14 clubes participantes.

O ano de sucesso do clube se dá no ano seguinte. Um de seus maiores ídolos, Ducca, começa a escrever seu nome na história do futebol de Lanús e da Argentina. O jogador defendeu a equipe sulista em 291 partidas oficiais, além de montar o meio-campo dos sonhos com Leon Strembel e o “Uruguaio” Carreras.

Na década de 50, por uma estranha decisão da AFA, o Clube Lanús é colocado para jogar na Primeira Divisão B, onde é consagrado campeão. É a época chamada de “Globetrotters” pelos torcedores do Lanús.

O Granate, como também é conhecido, se sagrou campeão do torneio Conmebol em 95/96, considerada como uma época de ouro. Mais o mais importante estava por vir.

No dia 02/12/2007 o Lanús se consagrou pela primeira vez na história como campeão argentino, após empatar com o todo poderoso Boca Jr, em plena La Bombonera, na última rodada do Torneio Apertura. Esse feito somente outras três equipes conseguiram realizar: River Plate,(42 e 55), Racing de Avellaneda(49) e o Newell’s Old Boys(91).

Vale lembrar também que na rodada anterior, o Gimnasia y Esgrima de La Plata levou uma goleada estrondosa (4x0), com um público presente do Lanús de 40.000 pessoas. O grande Emerson também esteve presente.

O Granate terminou a competição com 38 pontos, quatro a mais de outro que surpreendeu na competição, o time do Tigres. A equipe que subiu à primeira divisão argentina após se ausentar por 27 anos da elite.

A Campanha: Foram 19 jogos com 11 vitórias, 5 empates e apenas 3 derrotas. O time comandado por Rámon Cabreiro também teve o ataque mais positivo da competição com 34 gols, sendo 15 feitos por José Sand.

Parabéns Lanús pelo inédito título, e também por mostrar que tudo é possível com trabalho, coletividade, vontade e atitude.
Uma equipe formada por jogadores jovens que com certeza vai buscar vôos mais altos.

DALE GRANATE CAMPEAO ARGENTINO 2007

Colaboraram pra matéria: Renato Loeb e Emerson Prebianchi